advogada Iviny

A advogada Iviny é acusado de envolvimento no esquema

Quatro pessoas foram presas, entre as quais uma advogada e um servidor público, numa operação realizada pela Corregedoria da Polícia Civil do Pará em Oriximiná, no Baixo Amazonas.

A operação foi deflagrada ontem, 9.

Foram presos:

— Vicente David Júnior, investigador da Polícia Civil do Pará;

— Iviny Pereira Canto, advogada;

— Erneson Pinheiro da Silva, servidor público municipal de Oriximiná, e

— Francinaldo Alves da Costa, mecânico.

O portal Jeso Carneiro fez contato com a Corregedoria de Polícia Civil do Pará no Baixo Amazonas, mas o delegado Elinelson Silva disse não ter autorização para falar sobre a operação caso, já que as apurações sobre o caso ainda estão em andamento.

O portal apurou, junto a fontes em Oriximiná, que as 4 pessoas presas são acusadas de formação de quadrilha, fraude processual, corrupção ativa e passiva e uso de documentos falsos.

Todos já estão em Santarém, para onde foram transferidos ainda ontem.

A advogada Iviny Canto está presa em cela especial no quartel do Corpo de Bombeiros. O investigador Vicente Júnior será transferido ainda nesta terça-feira para RMB (Região Metropolitana de Belém), onde ficará à disposição da Justiça no presídio Anastácio das Neves.

O servidor e o mecânico foram para o presídio agrícola Sílvio Hall de Moura (Cucurunã), em Santarém.

Em operação da Polícia Civil, advogada e investigador são presos em Oriximiná, Iviny Canto

Leia também:
Em Faro, Ministério Público investiga denúncia de abuso de vulnerável

  • 86
    Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *