Candidato apoiado por Caveira em São Félix do Xingu tira sono do prefeito. Por João Salame

Publicado em por em Pará, Política, São Félix do Xingu

Candidato apoiado por Caveira em São Félix do Xingu tira sono do prefeito. Por João Salame
Delegado Caveira, do PL: bolsonarista apoia Sílvio Coelho para Prefeitura de São Félix do Xingu. Foto: Reprodução/Agência Câmara

Em São Félix do Xingu, o prefeito João Cleber (MDB) não deve ter a tranquilidade que esperava na sua tentativa de reeleição. É que o deputado federal delegado Caveira (PL), que ostenta enormes índices de aprovação naquele município, onde foi vereador, lançou a candidatura de Sílvio Coelho, o Sílvio do Terraço Hotel (PL), que vem ganhando adesões a cada dia.

Pesquisas internas indicam que a maioria do eleitorado votaria num candidato apoiado por Caveira. O bicho vai pegar!

Xinguara

O efeito bolsonarista, forte na região Sul do Pará, está produzindo dor de cabeça ao candidato até então favorito nas pesquisas para a prefeitura de Xinguara, o ex-prefeito Osvaldinho Assunção.

Desde sua filiação ao MDB, vem crescendo entre os pecuaristas e setores conservadores a candidatura do fazendeiro Enric Laureano (PL), que também tem o apoio do deputado Caveira (PL).

Esses segmentos bolsonaristas não ficaram satisfeitos com a filiação de Osvaldinho ao MDB.

Saidinha

Aconteceu o que era esperado. Por larga maioria, o Congresso Nacional derrubou o veto do presidente Lula que permitia as chamadas “saidinhas” de presos com bom comportamento, para visita às famílias em datas especiais, dentro de uma lógica de ressocialização.

Apesar de praticamente todos os especialistas em segurança afirmarem que a medida não diminui a violência, ao contrário, pode ocasionar rebeliões em presídios, os parlamentares votaram sob pressão de uma sociedade cansada pela ineficiência das políticas de segurança, que tornaram a violência um drama social.

Esquerda

Na Câmara Federal, foram registrados 314 votos pela derrubada do veto contra 126 votos a favor da manutenção. Já no Senado, o placar foi de 52 votos pela derrubada contra 11. Até mesmo parlamentares do PT e do PSB, núcleo da chapa Lula-Alckmin, votaram contra a “saidinha”.

Foram os casos do senador Fabiano Contarato (PT-ES) e da deputada Maria do Rosário (PT-RS). No PSB, votaram pela derrubada do veto os deputados Duarte Jr. (MA), Lucas Ramos (PE) e Tabata Amaral (SP), além dos senadores Chico Rodrigues (RR) e Flávio Arns (PR).

Como o Pará votou

Na bancada paraense votaram pela derrubada do veto, consequentemente contra a “saidinha”, os deputados Antônio Doido (MDB), Del. Eder Mauro (PL), Delegado Caveira (PL), Dra. Alessandra Haber (MDB), Hélio Leite (União Brasil), Joaquim Passarinho (PL), Júnior Ferrari (PSD), Olival Marques (MDB), Raimundo Santos (PSD) e Renilce Nicodemos (MDB).

A favor do veto votaram os deputados Airon Faleiro (PT), Andreia Siqueira (MDB), Divanda Faro (PT) e Keniston Braga (MDB).

Ausentes os deputados Henderson Pinto (MDB), Elcione Barbalho (MDB) e José Priante (MDB). No Senado, Beto Faro (PT) e Jader Barbalho (MDB) votaram sim e Zequinha Marinho (Podemos) votou não.

João Salame

É jornalista, ex-deputado estadual, ex-prefeito de Marabá, onde nasceu. Tem 61 anos e é o editor-chefe do site Opinião em Pauta, onde o artigo acima foi publicado originalmente. Ele pode ser encontrado também no…

— O JC também está no Telegram. E temos ainda canal do WhatsAPP. Siga-nos e leia notícias, veja vídeos e muito mais.


Publicado por:

Uma comentário para

  • Ausentes os deputados Henderson Pinto (MDB), Elcione Barbalho (MDB) e José Priante (MDB). No Senado, Beto Faro (PT) e Jader Barbalho (MDB) votaram sim e Zequinha Marinho (Podemos) votou não. Henderson postou no instagran que votou SIM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *