Em ofício à Seduc, Irmã do São Raimundo revela político que tramou queda da diretora da escola

Publicado em por em Educação, Política, Santarém

Em ofício à Seduc, Irmã do São Raimundo revela político que tramou queda da diretora da escola
Escola estadual São Raimundo Nonato, em Santarém: no epicentro de um caso político. Foto: Reprodução

Qual o político que tramou a demissão da pedagoga Joelita Ferreira do cargo de diretora da escola estadual (fundamental e médio) conveniada São Raimundo Nonato, em Santarém (PA)? Um ofício remetido à Seduc na sexta-feira (26) revela os principais atores envolvidos na queda da educadora, entre os quais o deputado estadual Wescley Tomaz (Avante.

O caso teve enorme repercussão na cidade nos últimos dias. O JC teve acesso a uma cópia do documento.

“Informamos que dia 29/01 [hoje, portanto] não iniciarão as aulas neste educandário, a menos que seja publicado ainda hoje o nome da servidora Joelita de Castro Ferreira no DOE [Diário Oficial do Estado] como Diretora da Escola São Raimundo Nonato”, ameaçou a Irmã Sônia Maria Pinho de Matos, a nº 1 da Congregação das Irmãs Adoradoras do Sangue na cidade.

A congregação é a dona da escola, fundada em há mais de 80 anos e que há décadas trabalha em parceria com a Seduc.

Wescley Thomaz, deputado estadual: filiado ao Avante

“Sabemos que o desligamento [do cargo de diretora] de Joelita de Castro Ferreira não foi erro de sistema e temos nome de deputado e pessoas da SEDUC envolvidas nessa decisão autoritária em retirar a servidora de sua função, devido a mesma ter recebido uma ordem do Diretor da DRE [Diretoria Regional de Ensino, ex-5ª URE] Santarém, Francisco Nascimento, para matricular no balcão um aluno e com isso burlar um sistema de matrícula que fora criado pela própria SEDUC, cujas vagas em 2024 foram disponibilizadas através de acordos entre a SEMED e a SEDUC e também ofertadas no próprio sistema para que as demais famílias tivessem acesso”, relatou a Irmã Sônia no ofício.

Recondução ao cargo

Na edição desta segunda-feira do diário oficial paraense foi publicada a portaria, assinada pelo titular da Seduc, Rossieli Soares da Silva, que reconduziu Joelita Ferreira ao cargo de diretora do São Raimundo.

“Vale ressaltar que o aluno, que era um pedido pessoal do Secretário Patrick Trajano e do Deputado Estadual Wescley Tomaz se encontra matriculado em nosso educandário, mas na ocasião a Diretora apenas pediu para que aguardassem uma desistência para a efetivação de sua matrícula. Mas pela decisão autoritária com a qual ela foi destituída de sua função, percebemos que educação, respeito, diálogo e paciência não são princípios básicos dessa gestão”, pontuou a Irmã.

Abaixo, a íntegra do documento:

— O JC também está no Telegram. E temos ainda canal do WhatsAPP. Siga-nos e leia notícias, veja vídeos e muito mais.


Publicado por:

3 Comentários em Em ofício à Seduc, Irmã do São Raimundo revela político que tramou queda da diretora da escola

  • Ele não é novo na politica, sempre usou o sistema mas, como todo bolsonarista, diz que esta praticando uma.nova politica. Ah, pior, ele esta cotado para ser prefeito de Itaituba. Vai ssr mais um Pablo de Ruropolis!!

  • Em pesquisa, segundo informações da ALEPA, ele ainda é novo na politica, mas já trás as “travessuras” dos marmanjos! Se ferrou com as irmãs! ! Ó ó, se …

  • MAIS WESCLEI E ADVERSARIO DO GOVERNADOR COMO A SEDUC FEZ ISSO SEM CONSULTAR GOVERNADOR , UM POUCO ESTRANHO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *