Padre teve caso amoroso com hacker e pagou R$ 2,9 milhões da igreja após extorsão
Padre Robson: vítima de extorsão de hackers. Foto: Divulgação

Mensagens usadas por hackers para extorquir cifras milionárias do padre Robson Oliveira Pereira, 46 anos, que comandava a Basílica do Divino Pai Eterno em Trindade, na Região Metropolitana de Goiânia, cita 2 supostos casos amorosos do pároco, segundo depoimentos colhidos pela Justiça junto ao Ministério Público de Goiás e à Polícia Civil, que investigaram o caso.

Ao ser chantageado, ao todo, Robson Pereira pagou R$ 2,9 milhões desviando verbas da Associação dos Filhos do Divino Pai Eterno (Afipe) em troca do arquivamento das mídias.

 

A soma desviada gerou suspeita e deu-se início ao processo que desencadeou a operação de desvio das doações de fiéis.

A defesa do sacerdote, que está afastado das atividades religiosas, disse ao portal G1 que “padre Robson foi vítima de extorsão, tendo buscado suporte da Polícia Civil, que monitorou as transações, e culminou na prisão dos extorsionários”.

Com informações de Claudio Tognolli

LEIA também: Padre acusado de corrupção movimentou R$ 1,7 bilhão em doações para obras de basílica

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Padre teve caso amoroso com hacker e pagou R$ 2,9 milhões da igreja após extorsão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *