TJ do Pará acata despejo da rádio e TV Guarany do prédio na 7 de Setembro
Prédio da emissora a ser desocupado em 15 dias. Foto: Google

O TJ (Tribunal de Justiça) do Pará manteve a decisão da Justiça em Santarém, oeste do estado, que determinou o despejo voluntário da rádio e TV Guarany, afiliada da Record no município, do prédio que ocupa na travessa 7 de Setembro, esquina com a Presidente Vargas, bairro Santa Clara.

A decisão contra o recurso (agravo de instrumento) ajuizado pela defesa da proprietária da emissora, Aparecida Serique, é da desembargadora Gleide Pereira de Moura, da 2ª Turma de Direito Privado.

 

A empresa Rádio e Televisão Guarany de Santarém tem 15 dias, a contar da notificação, para deixar o prédio. Que pertence ao espólio de Otávio Pereira.

A ação de despejo contra a emissora tramita na Justiça há 7 anos. O Blog do Jeso apurou que Aparecida Serique já teria acertado a mudança para um novo imóvel.

Uma de suas opções seria o prédio que abrigou por muitos anos a TV Amazônia/Rede TV!, na travessa Silva Jardim.

Desembargadora

“Observo que embora o recorrente [Rádio e TV Guarany] tente demonstrar a existência de perigo de dano a seu favor, entendo existir um perigo maior a ser suportado pela parte agravada [Espólio de Otávio Pereira], que se configura como periculum in mora inverso, tendo em vista que, o locatário está sem receber os vencimentos dos seus alugueis assim como o valor firmado no acordo”, justificou a desembargadora em sua decisão.

“Além disso, da data do último movimento processual (01/08/2019), já decorreram quase 09 (nove) meses, tempo suficiente para o Recorrente ter desocupado o imóvel, eis que o mesmo pedia somente 06 (seis) meses. Os quinze dias determinados na decisão agravada, a meu ver, devem permanecer inalterados, conforme determinados em lei”.

Pelo acordo fechado entre as partes em 2013, a emissora ficaria no prédio até 31 de julho de 2015.

Leia a íntegra da decisão do TJ.

LEIA também: Faça só o que eu digo: quem expõe quem e o puro suco de mimimi da Tapajós

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *