Capitão Poço vive quadro de ruína fiscal; município deve R$ 18 milhões à União

Publicado em por em Pará, Política

Capitão Poço vive quadro de ruína fiscal; município deve R$ 18 milhões à União
Prefeito João Tonheiro, prefeito de Capitão Poço: quadro de ruína fiscal e administrativa. Foto: Reprodução

O TCM (Tribunal de Contas dos Municípios) recomendou ao prefeito João Tonheiro, de Capitão Poço (PA), que adote providências urgentes no sentido de parar de contratar temporários acima do limite legal, prática adotada rotineiramente pelo mandatário do município.

Além disso, a corte de contas paraense determinou que João Tonheiro faça o devido recolhimento aos cofres da União do INSS dos servidores públicos.

O débito previdenciário de Capitão Poço, devido esse calote, já ultrapassou 18 milhões de reais (exatos R$ 18.093.317,78). Em consequência, o nome do município foi inscrito na dívida ativa da União.

Como se não bastasse tantas irregularidades, o TCM disse ter identificado várias licitações com fortes indícios de fraudes na gestão de João Tonheiro.

Confira no vídeo abaixo, o quadro caótico da situação fiscal que hoje se encontra Capitão Poço, segundo o conselheiro Lúcio Vale.

— O JC também está no Telegram. E temos ainda canal do WhatsAPP. Siga-nos e leia notícias, veja vídeos e muito mais.


Publicado por:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *