Escândalo de R$ 3 milhões da Susipe envolve aliados de Jatene e de Helder, Foto aérea do Complexo Penitenciário de Santa Izabel .FOTO: THIAGO GOMES / ASCOM SUSIPE.DATA: 14/02/2015.SANTA IZABEL - PARÁ.
Um dos complexos penitenciários do Pará

O Ministério Público de Contas (MPC) pediu ao TCE (Tribunal de Contas do Estado), ambos do Pará, o bloqueio de bens de todos os envolvidos num escândalo que pode ter causado danos ao erário público na ordem de 3 milhões de reais no ano passado. O caso, cujo epicentro é a Susipe, foi revelado neste domingo pelo Diário do Pará.

Segundo o jornal, o bloqueio é devido a compra de cerca de 94 mil peças de uniformes prisionais, cuja dispensa de licitação, assinatura do contrato, pagamento e entrega da mercadoria teriam sido realizados em apenas um dia, às vésperas das eleições do ano passado.

Entre os acusados de envolvimento no esquema há pessoas ligadas ao grupo do ex-governador Simão Jatene (PSDB) e do atual governador Helder Barbalho (MDB).

Os graúdos são:

Susipe - nº 1
Michel Durans Silva

Michel Mendes Durans da Silva, ex-titular da Susipe. Hoje secretário parlamentar do deputado federal Cássio Andrade (PSB), que o indicou para o comando da estatal penal no final do governo Jatene.

Marcos Wagner Fonseca Lopes, ex-diretor da OS Associação Polo Produtivo Pará, que gerencia a Fábrica Esperança. Hoje, trabalha na Alepa como assessor de liderança do PRB, partido presidido no Pará pelo deputado estadual Fábio Freitas, da base governista.

marcos_lopes
Marcos Lopes
wagner

O miúdo é:

Carlos Carvalho, ex-servidor da Susipe.

O Ministério Público de Contas, ainda segundo o jornal, não descarta a possibilidade de que parte desse dinheiro tenha sido usado “para financiamento de campanhas eleitorais”.

 

“A representação é assinada pelo procurador Patrick Bezerra Mesquita, da 5ª Procuradoria do MPC. Ele pede que o TCE desconsidere a personalidade jurídica da OS e que o então diretor-geral dela, Marcos Wagner Fonseca Lopes, também responda pelas acusações. E quer que Wagner, Durans, Carlos Carvalho e a OS tenham os bens bloqueados em até R$ 2,833 milhões.”, escreve a jornalista Ana Célia Pinheiro, que assina a matéria.

Leia a íntegra a reportagem.

Leia também:
Ponte da Alça Viária cai após ser atingida por balsa no rio Moju; vídeo

  • 651
    Shares

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

3 Comentários em: Escândalo de R$ 3 milhões na Susipe envolve aliados de Jatene e de Helder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • HIGINO PEREIRA DA SILVA NETO disse:

    A SUSIPE é o canal de cabine de emprego e agora em suspeita mais uma improbidade administrativa, ficando caro que eles querem outro concurso é para fazer rolo como estes e outrso.

  • Cassiano disse:

    Marcos Lopes é o chefe de gabinete do Deputado Fábio Freitas líder do PRB, ambos são pastores da igreja universal. A esposa de Marcos Lopes, dona Cristiane Barbosa Lopes é funcionária fantasma da Alepa.

  • Adilson disse:

    Talvez seja por isso que querem fazer um novo concurso ao invés de convocar todos os aptos para o curso de formação de n°C-199 que se encontra em andamento, com com a abertura de um novo certame os mesmo poderia conseguir mais dinheiro para tentar sanar o rombo que eles mesmo fizeram na susipe.