Pará vai pagar R$10 mil a estudantes com redação acima de 900 pontos no Enem

Publicado em por em Educação, Pará

Com o objetivo de valorizar os bons resultados dos estudantes da rede estadual na edição de 2023 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o Governo do Pará concederá R$ 10 mil para alunos concluintes no ano de 2023 que conquistaram nota a partir de 900 pontos na redação do exame.

A iniciativa integra o programa Bora Estudar, da Seduc (Secretaria de Estado de Educação), que reconhece e beneficia os estudantes com melhores desempenhos escolares de cada turma. 

O anúncio foi feito nesta quarta-feira (24) em evento na escola estadual Albanízia de Oliveira Lima, unidade destaque no Enem que também será beneficiada com reconstrução completa no valor de R$ 500 mil.

“Essa é a demonstração de que a escola pública tem qualidade, tem entrega e tem resultado. E aqui nós estamos valorizando os bons exemplos através da gestão do governo, premiando os bons alunos, premiando as boas escolas. A escola estadual Albanízia, a partir desse resultado, ganha uma obra importante de recuperação, de reconstrução”, disse o governador Helder Barbalho.

“Os alunos que tiveram resultados acima de 900 pontos na redação, todos receberam R$ 10 mil em crédito habitacional, portanto valorizando estes exemplos. Que nós possamos multiplicar cada vez mais a intenção de que o exemplo da Albanízia seja seguido por todas as escolas públicas do Pará e do Brasil, para que através da educação nós possamos crescer o país e crescer o nosso Estado”.

Desempenho escolar

Em 2023, o Pará anunciou o Bora Estudar, maior programa de reconhecimento de desempenho escolar para estudantes da rede estadual de ensino, que vai disponibilizar auxílio financeiro de R$ 10 mil para cerca de 19 mil turmas, com a unidade escolar podendo optar por conceder o benefício para 1 ou até 5 estudantes da turma, por meio do programa “Sua Casa”, para que os melhores estudantes sejam beneficiados pela Seduc em parceria com a Companhia de Estado de Habitação (Cohab).

Para 2024, o programa passará a contemplar com R$ 10 mil inclusive os estudantes que concluíram o ensino médio no ano passado e obtiveram nota a partir de 900 pontos na redação do Enem 2023.

Dessa maneira, estudantes acima dos 18 anos ou responsáveis legais serão contemplados com o “Cartão Sua Casa” para a aquisição de materiais de construção para reforma e ampliação de sua residência. 

Os critérios

Serão beneficiados os estudantes que estiveram devidamente matriculados na rede pública estadual de ensino no ano de 2023 e que obtiveram os melhores resultados após apuração da média dos componentes curriculares da turma, considerando a matriz curricular da rede estadual de ensino, além daqueles devidamente matriculados na rede pública estadual de ensino que concluíram o 3º ano do ensino médio no ano passado e que obtiveram nota a partir de 900 pontos na redação do Enem 2023, mediante comprovação do resultado. 

A Seduc irá divulgar via documento orientador o período e a forma de recebimento do cartão “Sua Casa”.

Bicampeão

Pelo segundo ano consecutivo, a escola Albanízia de Oliveira Lima, em Belém, conquistou os olhares do Brasil. A famosa foto na escadaria que destaca os bons resultados do Enem, neste ano, precisou ocupar o corredor inteiro para comportar a todos os mais de 190 estudantes presentes com notas acima da média em redação, resultado da dedicação dos estudantes e do suporte da escola, na figura da professora de redação Ione Franco e toda a equipe escolar.

Nesta quarta-feira (24) o governador Helder Barbalho, também anunciou a sonhada reconstrução da escola, no valor de R$ 500 mil. 

“Não temos palavras para dizer o quão orgulhosos estamos do trabalho de cada um de vocês, estudantes, professores, da gestão da escola, de toda a família Albanízia. Estive aqui na escola antes, reunido com vocês, e hoje é maravilhoso poder voltar para fazer o anúncio da reforma da escola, nós vamos fazer a Albanízia ser linda, como merece, por todos vocês. Hoje é um dia de muita alegria, vocês marcaram a educação do Pará para sempre. Parabéns para todos e bora avançar!”, comemorou Rossieli Soares, secretário de Educação do Pará.

Na ocasião, a professora de redação, Ione Franco, também foi homenageada pelo governador Helder Barbalho pelo desenvolvimento do projeto “Construção e Reconstrução do Texto”, iniciativa fundamental para os bons resultados na redação dos estudantes da escola Albanízia de Oliveira Lima.

Gestão de recursos

Sucesso inclusive na gestão de recursos, a Albanízia também se destaca pela utilização do Programa Dinheiro na Escola Paraense (Prodep), iniciativa do governo estadual, por meio da Seduc, que potencializa e dá autonomia para a gestão escolar na realização de pequenas obras e manutenções, aquisição de materiais pedagógicos e tecnológicos, suporte na merenda escolar, entre outros.

Com recursos do Prodep, a escola receberá os estudantes para o ano letivo de 2024, em 29 de janeiro, com a reforma dos banheiros, do laboratório de informática e com a adição de uma TV de 70 polegadas, caixa de som e microfone para o auditório, além da instalação de seis novas centrais de ar e o reforço na merenda escolar.

Com informações e fotos da Agência Pará de Notícias

— O JC também está no Telegram. E temos ainda canal do WhatsAPP. Siga-nos e leia notícias, veja vídeos e muito mais.


Publicado por:

Uma comentário para

  • A aluna que ganhou em duas categorias, como melhor aluna da turma e nota mais alta que 900 na redação, pode ganhar duas vezes?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *