Juiz em Santarém manda incluir invasor de terras condenado e foragido no BNMP, Silas Soares - foragigo
Silas Soares, foragido

Considerado foragido de Justiça, o invasor de terras públicas Silas da Silva Soares terá o seu nome incluído nos próximos dias no BNMP (Banco Nacional de Mandados de Prisão).

A ordem, publicada ontem (22), foi expedida pelo juiz Érico Pinheiro, da 2ª Vara Federal em Santarém, que o condenou a 6 anos e 10 meses de prisão, além de multa, por instalar loteamento urbano privado em gleba federal na região do Lago Verde de Alter do Chão, um dos mais famosos balneários da Amazônia.

A sentença saiu há cerca de 1 mês, junto com a prisão preventiva de Silas Soares.

O BNMP é um cadastro nacional de preso e foragido implementado em 2011 pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça) e integrado a todos tribunais. Ele possibilita o registro e consulta de informações sobre mandados de prisão.

RECURSO

Também em sua decisão, Érico Pinheiro aceitou o recurso de apelação contra a condenação de Silas Soares, interposto pela defesa do réu. Com isso, o caso subirá para o TRF1 (Tribunal Regional Federal), da 1ª Região, em Brasília.

Leia também:
Juiz aumenta fiança de médicos acusados de furto de energia em Santarém

  • 1
    Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *