Titular da pasta de Organização Portuária (Semop), Hilário Coimbra vai deixar o governo Maria II para mergulhar na campanha eleitoral deste ano.

Ele já avisou extraoficialmente a sua intenção à prefeita santarena.

Leia também:
PR quer secretário na disputa eleitoral.

Hilário será candidato à Câmara Federal, para encher o balaio de votos do deputado federal Lúcio Vale, candidato à reeleição. Ele filho do nº 1 do PR no Pará, Anivaldo Vale, vice-prefeito de Belém licenciado do cargo.

Por conta da saída de Hilário da Semop, já se especula no governo Maria II o enterro da secretária, criada exclusivamente para acomodar o ex-deputado federal santareno e morubixaba do PR no município.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

8 Comentários em: Secretaria do governo pode ser extinta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • hilariê disse:

    A prefeita Maria do carmo já esqueceu, que só não ganhou a eleição de governadora na época, porque não fechou com o PMDB. Quando ,candidata no seu segundo mandato, Prometeu dividir varios espaços com os aliados e até agora come pão massa grossa, deixando apenas o farelo para seus afetos, com excessão aqueles que tem empresas mamando na teta do governo. As eleições vão e vem, não cumprir acordo e perseguir aliado pode enterrar o PT nas próximas eleições.

  • Anônimo disse:

    QUEM É HILÁRIO COIMBRA???

  • João disse:

    è J. Ninos de fato é Hilario, este camarada não tem voto (no singular mesmo) ne para presidente de bairro.

    1. SSSilva disse:

      Será que ele virá para testar a memória dos Santarenos????

      E ainda há que tenha essa coragem covarde de votá-lo.

  • Oculista disse:

    A bem da verdade a criação de inúmeras pastas no atual governo Maria custeadas com dinheiro dos cidadãos contribuintes para acomodar agentes políticos do naipe de Hilário Coimbra, Beto Frazão, Luis Alberto, dentre outros, deu-se com o escopo de tentar tirar do ostracismo políticos decadentes de nossa região que, apesar de hodiernamente inexistirem no cenário político local, continuam ainda como sanguessugas nas arcas da viúva com a conveniência e apoio do Poder Público Municipal.

    1. pedro santarém disse:

      Inclusive podiam aproveitar o embalo, todos esses citados e extinguir também essas outras, pois se essa de portos que achavamos ser a mais importantes destas novas vai acabar, imaginem o resto que nem sabemos pra que serve…

  • Jota Ninos disse:

    Se confirmada essa notícia, pode-se dizer que a SEMOP era a sigla de Secretaria Municipal de Organização de Parceiros! E constata-se, infelizmente, o desrespeito com a gestão pública.

    Pergunta que não quer calar: durante esse período quanto foi gasto para manter uma secretaria e seus assessores (possíveis cabos eleitorais do futuro candidato) que serviu só para os caprichos de um político falido, que vai entrar noutra campanha apenas para provar que morreu e esqueceu de deitar? E como fica a “organização portuária”? A ver navios?

    Como sempre digo, em Santarém quando nossos políticos não são corruptos, são hilários…

    1. AVATAR disse:

      hahahahahahahahahahaha, legal