-1
Gilsinho lidera com quase 58% e deve ser prefeito de Uruará pela 2ª vez
Os pré-candidatos a prefeitos de Uruará: liderança folgada de Gilsinho: Foto montagem: Destak

O prefeito de Uruará, no oeste do Pará, Gilsinho (MDB), deve ser reeleito ao cargo na eleição deste ano sem enfrentar dificuldades. Ele pode não repetir a performance de 2016, quando foi eleito com 74% dos votos válidos, mas será uma vitória com acima de 55%.

É o que revela a nova pesquisa da Destak realizada entre os dias 20 e 23, com 480 eleitores, das zonas urbana e rural. O levantamento tem margem de erro de 4%, para mais ou para menos, e está registrado na Justiça Eleitoral: PA-04509/2020.

 

Gilson Brandão, o Gilsinho, 37 anos, lidera em todos os cenários simulados pela Destak. Consequência direta dos índices de sua rejeição, uma das mais baixas entre os prefeitos do Pará. Apenas 25% dos entrevistados disseram que não irão votar no emedebista.

Na pesquisa espontânea, em que não se apresenta os nomes dos pré-candidatos aos entrevistados, Gilsinho lidera com quase 46%. Está à frente mais de 40% do 2º lugar, Cid (PSB).

Em seguida aparece Elcir (2,8), do PSL.

Os indecisos, a 4 meses da votação (15 de novembro), somam quase 38%. Abaixo, o quadro completo da espontânea.

Estimulada – cenário 2. Gilsinho à frente

Na pesquisa estimulada, em que o nome dos candidatos é mostrado aos entrevistados, em um cenário com 5 postulantes ao cargo de prefeito, Gilsinho lidera com quase 58%. A diferença para o 2º colocada é de 41% – Cid.

Manuel da Casa Branca (4,5%), Elcir (4,3%) e Nando (4%) estão em empate técnico na 3ª posição. O número de indecisos (não sabe/não respondeu foi de quase 14% nessa simulação, cujo cenário completo pode ser observado abaixo.

Gilsinho, eleição em Uruará

Estimulada – cenário 3

A Destak também estimulou um cenário com 4 candidatos – Gilsinho, Cid, Manuel da Casa Branca e Nando.

Nessa simulação, a emedebista ganharia a eleição com quase 60% dos votos – cerca de 34 pontos percentuais à frente do pré-candidato do PSB (16%).

Os nomes do PSDB e PSC tiveram quase a mesma pontuação e ficaram em empate técnico em 3º lugar. Os indecisos (não sabe/sem resposta) nesta simulação somaram quase 18%. Eis abaixo.

Rejeição

Os nomes 2 nomes na disputa eleitoral para prefeito de Uruará mais rejeitados são os que estão à frente da pesquisa: Gilsinho , com quase 25%, e Cid (20%).

Manuel da Casa Branca é o que tem menor índice de rejeição (7,2%). No município, nenhum dos pré-candidatos a prefeito tem rejeição elevada. Confira o cenário abaixo.

A Destak também aferiu entre os eleitores a avaliação do governo Gilsinho em quase 4 anos de mandato. Quase 60% aprova; 29,4% desaprova, e os demais, 10,7%, não responderam ou não souberam avaliar.

LEIA também: Em Vitória do Xingu, Josy Amaral mantém liderança em nova pesquisa para prefeitura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *