Vice-presidente diz militares estão 'ragendo os dentes' com reforma da Previdência, General Mourão
Hamilton Mourão, vice-presidente da República

O vice-presidente, general Hamilton Mourão, afirma que há militares rangendo os “dentes” por causa da reforma da Previdência —mas diz que todos têm disciplina e vão aceitar as mudanças, informa a jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

“O pessoal fica meio cabreiro, como todo mundo. Tem choro e ranger de dentes. Mas cumprirá [as determinações da reforma]. Ninguém vai fazer lobby para alterar nada”, garante o general.

A maior parte das propostas para os militares já tinha sido negociada pelo próprio Mourão no governo de Michel Temer —entre outras, o aumento do tempo de permanência na ativa, de 30 para 35 anos.

SOB MEDICAÇÃO

Mourão diz considerar o episódio da demissão de Gustavo Bebianno superado e afirma ser preciso compreender as condições em que o presidente Jair Bolsonaro se encontrava quando conversou com ele nos áudios depois divulgados.

 

“As pessoas têm que dar um desconto por tudo o que o presidente vem passando, sobrevivendo a cirurgias, com antibióticos, analgésicos”, diz. E, mesmo no hospital, sofrendo pressão pelo que ocorria do lado de fora.

Leia também:
Corregedoria da Câmara emite parecer contra a cassação do vereador Mano Dadai

  • 6
    Shares

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Vice-presidente diz que militares estão ‘rangendo os dentes’ com reforma da Previdência

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • J. Pau nos políticos disse:

    Se ficarem muito quietos com esse Guedes só vão se aposentar(reserva) dentro do caixão como o pessoal civil em geral😰👎