Publicado em por em Santarém, Saúde

Ela era do grupo de risco para doença, tinha 67 anos

Dona de rádio e TV em Santarém morre devido complicações da covid-19; estava internada em Itaituba
HRT, em Itaituba, onde a dona da rádio e TV Guarany faleceu nesta quinta-feira. Foto: Agência Pará

Morreu nesta quinta-feira (11),por complicações decorrente da covid-19, a dona da rádio e TV Guarany, afiliada da Rede Record em Santarém (PA). Aparecida Serique estava internada no Hospital Regional do Tapajós (HRT),em Itaituba.

Ela era do grupo de risco para doença, tinha 67 anos.

 

Por falta de vagas em leitos de UTI para pacientes com covid-19 em Santarém, Maria Aparecida Serique Pereira foi transferida no último dia 1º para o HRT. Viajou acompanhada de uma sobrinha.

Viúva, não tinha filhos.

Foi casada com o empresário Admilson Pereira, morto há 13 anos, de AVC, e de quem herdou parte do Sistema Guarany de Comunicação (rádio e TV). E depois assumiu o controle total da empresa.

Foi por muito anos assistente social do Sesi (Serviço Social da Indústria),de onde só saiu após aposentadoria.

Por suposto estelionato, dona de rádio e TV em Santarém virá ré em ação penal
Aparecida Serique e fachada onde por muitos anos funcionou a rádio e TV Guarany

Em nota de pesar publicada nas redes sociais, há pouco, a Aces (Associação Comercial e Empresarial de Santarém) descreveu Aparecida Serique de “mulher de personalidade forte” e “fiel companheira do nosso ex-presidente Ademilson Macêdo Pereira e entusiasta da comunicação”.

A nota é assinada pelo engenheiro e presidente da entidade, Roberto Branco, que está em isolamento domiciliar acometido pela covid-19.

O corpo de Aparecida Serique continua em Itaituba. Mas deve ser removido a Santarém, onde será sepultado em cerimônia restrita da familiares.


📹 Assine o canal do Blog do Jeso no Youtube, e assista a dezenas e dezenas de vídeos.


Publicado por:

Uma comentário para

  • A conheci na TV e Rádio Guarany, mas ali vi a Assistente Social, com um forte engajamento em causas sociais. Firme defensora do legado de seu esposo. Uma idealista que perdeu para esta doença que está levando muitos- por falta de vacina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *