Nélio foge do debate e criminaliza movimento social, dizem em nota PT, PSOL e PCdoB
Nélio Aguiar, prefeito de Santarém. Foto: Arquivo BJ

Nota, enviada ao portal BJ, “de indignação” assinada PT, PSOL e PCdoB contra o prefeito Nélio Aguiar (DEM), de Santarém (PA), por seu posicionamento no caso do lixão do Perema.

Leia a íntegra.

NOTA DE INDIGNAÇÃO E APOIO À LUTA CONTRA O LIXÃO DO PEREMA.

Desde o início desta semana o lixão do Perema sofre com incêndios que vêm prejudicando gravemente as comunidades adjacentes.

Por conta disso, as comunidades do entorno do Perema vêm reivindicando do Poder Público resolução para os incêndios e para a questão do Lixão, inclusive por meio de manifestações populares nas vias públicas.

Em resposta às manifestações, ao invés de apresentar soluções para os incêndios e para o despejo e tratamento do lixo de Santarém, a Prefeitura criminalizou três lideranças do movimento popular que foram processadas e determinado judicialmente que, caso continuem nas manifestações, pagarão multa de R$ 20.000,00 (vinte mil reais).

É preciso deixar claro que as manifestações não são políticas. São de ordem de saúde pública. A população sofre com o mal cheiro e a produção de fumaça e gás metano diariamente.

 

Esse caso devolveu à tona a problemática do despejo e da falta de tratamento dos resíduos sólidos no município de Santarém, propiciando doenças de diversas ordens em quem convive direta e indiretamente com o Perema.

Apesar de toda a mobilização, os incêndios não foram apagados e não se sabe quem deu causa aos incêndios.

A Lei 12.305/2010, de resíduos sólidos, determina que o lixão deveria ter sido extinto desde 2020 e condições deveriam ter sido criadas para destinação final ambientalmente adequada dos resíduos.

Indica ainda que a Prefeitura deveria ter elaborado um Plano Municipal de Gestão de Resíduos Sólidos, que deveria prever a parceria entre setores público e privado.

São necessárias ações concretas e eficazes quanto ao destino dos resíduos domésticos da população de Santarém.

A série de manifestações que ocorreram ao longo da semana são reflexo da falta de gestão pública quanto a este delicado assunto, e são necessárias, principalmente porque refletem a insatisfação popular, que exerce o direito de protestar por seu bem estar.

— LEIA também: Nélio dá emprego para irmã de secretária na pasta sob comando da esposa

O povo precisa ser ouvido, e seus desejos atendidos por quem os representa.

O Governo Nélio Aguiar abre mão do debate com o povo, mostrando não gostar da democracia. Ao invés disso, tenta criminalizar os movimentos sociais.

Prefeito Nélio Aguiar, não jogue a democracia no lixo!

Santarém, 31 julho 2021

Assinam:

PARTIDO COMUNISTA DO BRASIL – PC do B

PARTIDO SOCIALISMO E LIBERDADE – PSOL

PARTIDO DOS TRABALHADORES – PT

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

2 Comentários em: Nélio foge do debate e criminaliza movimento social, dizem em nota PT, PSOL e PCdoB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Manuel disse:

    Por enquanto São Pedro deu uma ajuda para amenizar a situação, mandou chuva desde a madrugada até às nove horas da manhã.

  • Judilson disse:

    O governo do PT governou santarem por 8 anos e governo maria do carmo nunca elaborou plano de gestão de resíduos sólidos pra Santarém. Lideranças da elite petista do governo de maria do carmo viajaram pra alemanha dizendo ser viagem pra resolver problema do lixão e clima, militantes petistas funcionarios da prefeitura na epoca de maria foram pro canadá pra resolver. NUNCA FIZERAM NADA. NEM PLANO DE RESIDUOS SOLIDOS. Só viagem mesmo. E comunidade do perema até hoje sofrem as consequencias da degradaçao ambiental. Lula e Dilma governaram 15 anos e nem plano de residuos solidos o governo local da epoca petista fez. Mas adoram criticar e nao olham para o proprio umbigo