Portal da Globo é acusado de piratear fotos e texto de historiador de Alenquer
Local do tumulto em Alenquer. Foto: Wildson Queiroz

Texto e fotos de uma matéria que o historiador e pedagogo Wildson Queiroz, residente em Alenquer (PA), foram pirateados pelo portal da Globo G1, em Santarém (PA), sem que site tenha dado os devidos créditos ao autor.

O material de Wildson Queiroz, postado em sua página no Facebook, na quinta (16) e sexta-feira, foi reproduzido quase na íntegra pelo portal da Globo, inclusive com as fotos por ele registradas em Alenquer sobre o tumulto causado por uma casa lotérica na cidade.

Matéria pirateada pelo G1

 

“Usaram as minhas informações, mudaram pequenos detalhes e acrescentaram fotos que são todas minhas”, criticou Queiroz.

“Não fui procurado por ninguém. Sem contar que nem conheço quem fez a publicação”, reclamou.

Matéria original assinada por Wildson Queiroz

Procurado, o G1 disse que “a foto está com crédito que constava em um dos muitos grupos de WhatsAPP de Alenquer” e com relação às informações “foram postadas por várias pessoas. São de domínio público”, disse a jornalista Sílvia Vieira, editora-chefe do portal.

Queiroz contestou o G1. Disse que, inicialmente, postaram suas fotos com créditos de “Ronald Rodrigues”. Mas que neste sábado (18), depois do blog ter entrado em contato com o site, corrigiram os créditos para “Wilson (sic) Queiroz”.

Créditos refeitos: “Wilson” Queiroz

LEIA também: PSC não terá ex-vereador com mais de 3.600 votos na chapa da legenda neste ano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *