Com 2 médicos infectados por covid-19, Ufopa paralisa expedição do Abaré pela 2ª vez
Abaré: barco-hospital-escola da Ufopa. Foto: Arquivo BJ

O Abaré voltou a interromper sua expedição por comunidades ribeirinhas da região nesta quarta-feira (29) depois que mais 3 casos de covid-19 entre integrantes da equipe médica do navio-hospital-escola foram confirmados.

Em nota no início da tarde, a Ufopa (Universidade Federal do Oeste do Pará), responsável pela embarcação, oficializou os novos casos positivos para doença.

 

“Os resultados dos exames saíram hoje”, garantiu o site da instituição.

“A expedição foi interrompida. Os membros da tripulação com diagnóstico positivo estão em isolamento dentro da própria embarcação, que retornará a Santarém”.

A Ufopa não informou ainda onde o navio ficará ancorado, em quarentena, para nova sanitização, e nem quando voltará às atividades.

Dois médicos

O Blog do Jeso apurou que os infectados desta vez foram 2 médicos e 1 servidor da Ufopa. Eles estão bem e deverão ficar, a princípio, em isolamento domiciliar, assegurou a fonte.

A primeira interrupção dos serviços médicos de monitoramento do novo coronavírus na região do rio Tapajós (Santarém, Aveiro e Belterra) ocorreu há uma semana, conforme noticiado em primeira mão pelo Blog do Jeso.

Foi diagnosticado na ocasião a infecção viral por covid-19 de 3 enfermeiras, todas da Semsa (Secretaria Municipal de Saúde). Três dias depois, no entanto, a expedição recomeçou.

A nova interrupção foi oficializada hoje, com mais 3 casos positivos para doença.

Nota da Ufopa

A Universidade Federal do Oeste do Pará, primando pela segurança e cuidado com a comunidade, juntamente com a Prefeitura de Belterra, decidiu interromper a expedição do Navio Hospital Escola Abaré, que se iniciou naquele município em 23 de julho, devido ao diagnóstico positivo de Covid-19 em três pessoas da equipe que está na embarcação.

Esse diagnóstico foi possível graças ao atendimento dos protocolos de testagens e retestagens periódicos adotados pela Universidade, considerando o cenário de pandemia.

 

Os protocolos de suspensão das ações e retorno do Abaré já foram iniciados, atendendo a todas as orientações dos órgãos competentes.

Assim que for possível, retomaremos os atendimentos nas comunidades que foram mobilizadas, mas que, para a segurança delas mesmas, não puderam receber a embarcação neste momento.

Santarém, PA, 29 de julho de 2020.

HUGO ALEX CARNEIRO DINIZ
Reitor da Ufopa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *