-1
Idosa vítima de coronavírus em Alter do Chão teve velório comunitário; veja fotos
O velório de Luzia Lobato tem ato até na praça principal de Alter do Chão

A paciente de 87 anos que morreu em Alter do Chão, distrito de Santarém (PA), e foi registrada como o primeiro caso de coronavírus no Pará, teve velório comunitário e com presença de dezenas de pessoas.

Luzia Lobato morreu e foi sepultada no dia 19 de março. Só nesta quarta-feira (1º) e que a causa mortis dela foi oficializado pela Secretaria de Saúde do Pará como consequência de infecção pelo covid-19.

 

A idosa era uma das mais atuantes integrantes do ritual religioso da Festa do Sairé. O nome dela, por exemplo, aparece no trabalho de mestrado, pela PUC (Pontífice Universidade Católica) de São Paulo, de Cláudia Laurido Figueira, de 2014, denominado Festa popular na Amazônia: Sairé, a reinvenção da tradição em Alter do Chão (PA) – 1973 a 1997.

Por isso, o enterro de Luzia Lobato se tornou concorrido e teve até ato público na principal praça de Alter do Chão, antes do sepultamento no cemitério do distrito.

Familiares, amigos e moradores de Alter do Chão participaram do velório

Coletiva

Em entrevista coletiva à imprensa nesta tarde de quarta-feira (1º), o prefeito Nélio Aguiar (DEM) confirmou a morte da idosa. Mostrou os exames que atestam positivo para a infecção viral. Familiares de Luzia Lobato negaram nas redes sociais que ela tenha morrido por causa do covid-19.

No boletim da Sespa, divulgado às 18h de hoje, os números de infectados pelo coronavírus no Pará somam 41, sendo que 83 casos estão sob análise. 857 casos foram descartados e foi registrada morte.

A idosa Luzia Lobato, 1º caso de coronavírus no Pará
Luzia Lobato, primeira vítima de covid-19 no Pará.

A Sespa também, diante da negativa da família de Luzia Lobato em creditar a sua a morte por covid-19, resolveu publicar cópia de exames e documentos que atestam positivo da paciente para a infecção viral.

— LEIA também: Infectados por covid-19 no Pará somam 40 com mais 6 casos confirmados pela Sespa

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

9 Comentários em: Idosa vítima de coronavírus em Alter do Chão teve velório comunitário; veja fotos

  • impossivivel ser COVID _ 19

  • É impossivel ser covid 19,se nao a familia estaria toda contaminadaLl

  • Nossa! E agora? Será que as pessoas do velório se contaminaram? A vila é pequena e isso pode correr muito rápido, ainda mais do geito como está, sem precauções.

  • Infelizmente a primeira vitima fatal do CORONAVIRUS no Estado mesmo a família nao concordando com o resultado do laudo do laboratório particular.

  • Se era suspeito, colheram material p exame, mesmo sem a confirmação, porque a secretaria da saúde n orientou para sepultamento rápido, eu n consigo entender tamanha irresponsabilidade, se era suspeita, estava em análise, deveriam ter orientado a família pra ninguém ter contato.

    • Uma pequena correção, Sirley Veronese.

    • Por que o caso não foi suspeitado pela secretaria. Foi um médico particular que fazia tratamento da idosa em casa que suspeitou. Tanto que o exame foi realizado por um laboratório particular a pedido de tal médico.

  • Esse público todo mantiveram distância do corpo ou não?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *