Pará recebe 139 respiradores  para UTIs comprados na China;10 virão para Santarém
Helder acompanhou a chegada dos respiradores. Fotos: Agência Pará

O Pará recebeu no final da madrugada desta segunda-feira (4) cerca de 139 respiradores e 1.600 bombas de infusão que foram comprados da China em março deste ano com recursos do tesouro estadual.

Os equipamentos vão permitir a instalação de novos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em hospitais públicos estaduais para atender pacientes com covid-19.

 

Outros equipamentos como respiradores e bombas de infusão devem sair da China no dia 9 de maio rumo a Belém, totalizando a compra de 400 kits de UTI.

“Esses respiradores se somam a outros equipamentos como monitores e bombas de infusão, enfim, todos aqueles elementos necessários para montar as UTIs específicas para pacientes em tratamento contra Covid-19. São equipamentos que vão ajudar a salvar muitas vidas no Estado“, disse o governador Helder Barbalho, que acompanhou a chegada dos equipamentos no terminal de cargas do Aeroporto Internacional de Belém.

Os respiradores e bombas de infusão vieram em um voo fretado pela empresa Vale, parceira do governo nas ações de combate à covid-19, que pousou às 4h55 da madrugada na capital paraense. 

Distribuição dos respiradores

Dos 139 respiradores recebidos nesta segunda-feira, 80 serão destinados para o Hospital de Campanha de Belém e 30 para o Hospital Galileu, todos na capital.

Dez respiradores vão para o Hospital de Campanha de Santarém; 10 para o Hospital de Campanha de Marabá; 5 para o Hospital de Campanha de Breves e 4 para o Hospital de Capanema. 556 bombas de infusão vão acompanhar os respiradores. Todos os equipamentos serão enviados ainda na manhã de hoje para esses municípios.

Fora adquiridos 139 respiradores e 1.600 bombas de infusão na China

O chefe do executivo estadual também adiantou a criação de outros hospitais de campanha no estado para atender pacientes com a covid-19.

 

“Nós estamos concentrando esforços para a instalação de outras unidades hospitalares para reforçar as estruturas em saúde. Decidimos fazer mais um hospital de Campanha em Belém, além de um em Soure, para o Marajó Ocidental; hospital de campanha em Redenção para atender ao pólo Araguaia, em Altamira para o pólo Xingu, e Parauapebas, por meio de uma parceria com a prefeitura”, destacou Helder Barbalho.

Além desses hospitais, o governador também ressaltou que já estão sendo instalados equipamentos no Hospital de Itaituba, no pólo Tapajós, e Castanhal, para região nordeste. 

Investimento nas UTIs

Atualmente a rede de saúde pública paraense conta com 254 leitos de Unidade de Terapia Intensiva exclusivas para pacientes com sintomas da covid-19, além de 1.150 leitos clínicos. Com a chegada dos novos equipamentos, o número de UTIs alcançará 400. 

No total, o Estado investiu R$ 100 milhões para a compra dos 400 kits de UTI contendo: 400 respiradores, 400 monitores multiparamétricos, 400 oxímetros de pulso e 1.600 bombas de infusão. Somente os 400 respiradores custaram R$ 50,4 milhões.

Helder confere as máquinas que chegaram hoje em Belém

Com informações e fotos da Agência Pará

LEIA também: Covid-19 mata santareno no dia em que o pai morreu há 12 anos; Pará já soma 273 mortos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *