Santarém chega a 305 mortes por covid-19; produtor de vídeo, Jorge Cohen é a nova vítima
Jorge Mário Cohen: vítima da covid-19 em Santarém. Foto: Facebook

Santarém, no oeste do Pará, atingiu neste domingo (19) a trágica marca de 305 mortes por covid-19, oficialmente registradas desde o início da pandemia da doença, em março deste ano.

Conforme números divulgados às 20h de ontem, pela Semsa (Secretaria Municipal de Saúde), os pacientes infectados pelo coronavírus no município chegaram a 5.722 casos, dos quais quase 79% (4.519) foram recuperados.

 

Quem não conseguiu sobreviver foi Jorge Mário Cohen, produtor de TV, videomaker, com passagem por várias emissoras de televisão na cidade. Atualmente, prestava serviço para a TV Ponta Negra, afiliada do SBT. Cohen faleceu na madrugada desta segunda-feira (20), vítima de covid-19.

Estava internado em UTI no HRBA (Hospital Regional do Baixo Amazonas), onde chegou há cerca de 1 mês. O HRBA é referência na região do Baixo Amazonas e Tapajós de casos graves de coronavírus.

O quadro clínico do videomaker se agravou bastante neste domingo, ao ponto dele não conseguir mais fazer a hemodiálise e tampouco a drenagem pulmonar. Apesar de receber doses mais elevados de medicamentos, não resistiu e faleceu nesta segunda-feira.



“O caso [dele] é preocupante”, revelaram familiares de Mário Jorge em postagem a amigos e conhecidos nas redes sociais ainda no início da noite de ontem.

Repercussão

⇥ Adilson Araújo, controlador de voo da Infraero.

“Adolescentes juntos. Jovens juntos. Sonhamos juntos. Trabalhamos juntos e muitas realizações juntos. Jorge é aquele amigo que os sonhos e desejos são combinados no olhar, no sorriso e as realização fluíam e agradecíamos sempre sorrindo. Um sorriso simples, discreto, mas com a mensagem de cumplicidade, de amigo e profissional. Eu costumo dizer que o Jorge, ou patife como nos tratávamos, fez tudo na televisão em Santarém. Tudo passou por ele, desde a pedra fundamental da primeira emissora de TV até hoje, tudo passou pelo amigo. Há um vazio aqui. Para sempre… Eu te amo, incondicionalmente.”

⇥ Jorge Carlos, radialista.

“Um grande profissional e, acima de tudo, um grande amigo, o meu melhor.”

⇥ Nivaldo Pereira, empresário e dono da Rádio e TV Ponta Negra/SBT.

“Jorge, estava junto com a gente na Ponta Negra. Abraçou novos desafios em projetos para as emissoras do grupo. Agora ele partiu para a eternidade, e nos deixou um legado de profissionalismo. Era cuidadoso no que fazia com ética e amor, amava trabalhar em televisão. Era amigo e solidário, além de um grande colaborado. Vamos sentir muito sua falta. Vá em paz, meu amigo, você faz parte da história da Ponta Negra”.

⇥ Neucivaldo Moreira, professor e poeta.

“Foram mais de 38 anos de convivência muito próxima. Além de um amigo que tinha, Jorge era sobretudo um grande profissional e que virou irmão”.

Aguarde mais informações.

LEIA também: Covid-19 em Santarém está em fase de desaceleração, revela Folha de SP

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

7 Comentários em: Santarém chega a 305 mortes por covid-19; videomaker, Jorge Cohen é a nova vítima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Sandro Oliveira (Paz Church Fortaleza) disse:

    Eu era um adolescente, mas lembro quando o Jorge passava na frente da minha casa todos os dias a caminho a TV Tapajós. Depois tive o privilégio de conhecer-lo e sermos amigos. Uma pessoa muito especial, humilde, tinha prazer em ensinar e repassar suas habilidades para outros. Foi um referencial, um encorajador e uma inspiração para o meu crescimento profissional. Dono de um coração grandioso. Jorge deixa um legado para os apaixonados pela comunicação. Oro a Deus que console e fortaleça todos os familiares.

  • Roberto Sousa disse:

    Meu amigo, um profissional exemplar, sorriso tímido, más de um coração grande, sonhava em ver Santarem capital. Deus te receba meu amigo.

  • Surra de Pium disse:

    Jorge foi vítima da necropolitica praticada por esse por esse presidente nefasto que defende o uso de remédios ineficazes e coloca a população ante ao dilema de morrer de fome ou de covid. Essa dicotomia só existe porque o Estado brasileiro não protege o seu cidadão. Jorge não foi vítima do covid, foi morto por um governo que nos deixa a própria sorte

    1. Sheila Castro disse:

      Desnecessário seu comentário, o senhor Jorge foi vítima d roubalheira e politicagem barata!!! O Presidente está Fazendo o possível e até o impossível pela população… Se tem algum culpado nessa história?! Culpe seu Prefeito q é um ser Totalmente Subserviente e o seu Governador Hélderditador Babaca d Pará, esse sim, é um GENOCIDA.

      1. João disse:

        Tá fazendo o possível pra matar o maior número possível de pessoas. Ainda tem doido que apoio Bolsonaro. Fala sério

  • Lucilene Machado disse:

    Jeso vc pode nos informar acerca da dra. Eva.. ? Ainda hospitalizada?

    1. Jeso Carneiro disse:

      Vou buscar informações.