Surto de covid-19: curso de sargento em Santarém registra mais de 50 infectados
Portão de acesso ao 3º BPM, em Santarém: curso de aperfeiçoamento de sargento. Foto: Arquivo BJ

Um surto de covid-19 atingiu mais de 50 alunos de um curso de aperfeiçoamento de sargento promovido pelo 3º BPM (Batalhão da Polícia Militar), em Santarém – uma das unidades da Polícia Militar do Pará no município. Todos já teriam sido vacinados.

— LEIA AINDA: Policial federal morre à bala ao reagir a assalto a ônibus em rodovia no Pará.

Há suspeitas, pelo fato de já terem sido imunizados e o alto percentual de casos positivos entre os participantes do curso, vários deles oriundos de várias cidades vizinhas, de que sejam vítimas da variante delta do coronavírus.

Na semana passada (dia 5), 96 PMs do curso foram notificados com síndrome gripal, suspeitos de covid-19. Todos foram submetidos à coleta de secreção naso (nasal) e orofaríngea. As amostradas foram encaminhada ao Laboratório de Biologia Molecular (Labimol), da Ufopa (Universidade federal do Oeste do Pará). Dos 94 policiais testados, 53 foram confirmados para doença – o equivalente a 55,21% do total.

Os infectados estão hospitalizados nas unidades de saúde de Santarém especializadas em tratamento de covid-19. Um dos militares, conforme o portal BJ apurou, está intubado no HRBA (Hospital Regional do Baixo Amazonas).

CONFIRA: Casos positivos de covid-19 no oeste do Pará continuam em queda, revela Ufopa.

As amostras dos pacientes que testaram positivo serão submetidas a sequenciamento genético em laboratório fora de Santarém, para se comprovar – ou não – se foi a variante delta da covid-19 que os infectou.

A delta é uma das variantes do Sars-CoV-2, que apresenta mutações genéticas múltiplas que a tornam mais transmissível. É da linhagem B.1.617.2 do vírus da covid-19. Para evitar a estigmatização contra os países de origem das variantes, a OMS passou a utilizar o alfabeto grego para nomear as respectivas mutações. A alfa foi identificada no Reino Unido; a beta, na África do Sul; a gama, no Brasil; e a delta, na Índia.

A variante delta é a mais transmissível de todas até agora identificadas.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

8 Comentários em: Surto de covid-19: curso de sargento em Santarém registra mais de 50 infectados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Cleonice Almeida Oliveira disse:

    As vezes penso que essas notícias é apenas pra deixar as pessoas desesperadas só ponto de endoidecerem. Eu apelo pela notici verdadeira essas salvam. Pelo simples fato de o emocional de muito despreparados não deixarem a pereça cair. Vamos divulgar coisas boas por favor. Falo isso porque a covid deixou muitas pessoas tristes por perderam seu fonte querido, mas muitos se deram bem politicamente. Só de forma breve porque Deua é Justo.

  • Sonia Aguiar disse:

    Infelizmente a triste realidade é que devido a vacinação muitas pessoas relaxaram com a falsa sensação de que tudo já passou, mas a pandemia continua, o vírus continua circulando, e as pessoas deixaram de seguir com as medidas sanitárias de prevenção.

    1. Edil disse:

      Então de que me vale usar a vacina experimental?

      1. Jeso Carneiro disse:

        Não existe vacina nenhuma no mundo que seja 100% imunizadora. E saiba: é melhor se vacinar para enfrentar a covid-19 do que enfrentar o vírus sem o imunizante.

  • Nerivan disse:

    Graças a São Jesus Carneiro divulgado

    1. Jeso Carneiro disse:

      rsrsrs…. quanto ao “são”, um dia chego lá….rs

  • Paulo disse:

    Aí vem a tal SESPA e diz que não existe nenhum caso registrado, notícia essa há pelo menos cinco dias seguidos!

  • Flávio Filho disse:

    Bem noticiado o fato!!!