Calote à vista

Publicado em por em Segurança Pública

Instrutores civis e militares do polo Santarém, responsáveis pela formação de PMs na região do Baixo Amazonas, continuam na via-crúcis para receber o dinheiro relativo às aulas lecionadas em, veja só, 2008.

Isso mesmo: 2008.

30 professores vivem esse, digamos, aparente calote.

E um outro já se apresenta a galope: a turma de PMs de 2010 já foi devidamente instruída e, até agora, nada do governo Ana Júlia, via pasta de Segurança Pública, pagar os instrutores – num repeteco vergonhoso.


Publicado por:

6 Comentários em Calote à vista

  • Que pena! A Policia Militar ja perdeu bons Instrutores e agora nem os militares querem dar instrução. Se é feito um planejamento orçamentário e não estão pagando alguém esta ficando com esse dinheiro. Seria interessante se o Ministério Público desse uma investigada.

  • Que bom que saiu essa informação, aproveito este espaço e convoco todos os instrutores para expor sua indignação perante essa situação triste e lamentável.

    1. Acho, Toni, um enorme desrespeito aos instrutores, principalmente aos militares, que não podem nem denunciar abertamente o calote sob pena de represálias.

  • … e olha q é ano d eleição!!!
    É uma vergonha esse governo. Preparem-se para a propaganda q vão fazer nas eleições, dizendo q a segurança melhorou, q isso e aquilo!!
    E o pior governo de todos os tempos.
    O policiais q cuidam da nossa segurança, são submetidos a essa situação… ter q esperar a boa vontade do governo pra receber seu merecido dinheiro.
    Fora Ana Julia!!!

  • é pura verdade, hoje só ministra aula aos alunos soldados policiais militares que são obrigados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *