Autor dos dois disparos que mataram o vigilante David Martins, na Praça do Mirante, na segunda-feira (23), o policia federal rodoviário Carlos André Costa teve a sua prisão temporária decretada por determinação  da Justiça.

Há poucos instantes, o oficial de justiça Clovenir Amaral Bandeira esteve na 16ª Seccional da Polícia Civil de Santarém para informar ao delegado que preside o inquérito sobre a decisão.

Carlos Costa não se encontra mais na cidade.

Ele, sob escolta da PM, embarcou cerca de 6 horas depois de ter cometido o crime em voo da TAM com destino a Brasília.

O pedido de prisão foi solicitado pelo delegado Sílvio Birro, que assumiu o caso hoje (26) no lugar do delegado Tiago Rebelo.

O juiz Valdeir Salviano da Costa foi quem decretou a prisão do policial.

  • 9
    Shares

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

46 Comentários em: Caso Mirante: decretada a prisão do policial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Anônimo disse:

    Jeso por que meus comentários não estão sendo liberados e estão se misturando ao de outra pessoa?

    Não é por eu querer manter meu nome anônimo, já que muitos estão usando desse artifício e seus comentários estão sendo liberados.

  • Carla disse:

    Ahh !! quer dizer que agora quem deu dois tiros no peito do trabalhador é vitima??

    1. Molecagem! disse:

      Carla, para qualquer pessoa minimamente INTELIGENTE, trabalhador não anda com arma ilegal com numeração raspada, não!!! Faça um esforço, embora eu ache que esse seu cérebro de ervilha seja incapaz de fazê-lo, e perceba que o policial tem um histórico ilibado (sabe o que é isso?? é o oposto desse mala armado que agora querem chamar de vigilante) e veja que o procedimento dele foi padrão! Gente idiota que não sabe o que fala… O país correndo atrás do desenvolvimento e esse Pará empacado! Mas com uma população que engole notícia sem o menor senso crítico não poderia ser diferente…

      1. Michel Silva disse:

        Ja pararam pra pensar que, “muito possivelmente”, o vigilante não estava armado? Por isso, a descaracterização da cena do crime.

  • Observador disse:

    O mais curioso desse caso é que não se tem notícia de outra versão dos fatos a não ser a do policial e já disseram que várias testemunhas já prestaram depoimento. Se não há até agora versão contrária, como pode o policial ter sua prisão decretada, sendo que a versão que prevalece, a única que se conhece é a da legítima defesa dele mesmo e dos cidadãos que estavam no local? Respondo, a velha e sempre útil política dos ricosxpobres, poderososxfracos, forças opressorasxoprimidos, o q por sinal ficou muito claro isso naquele plebiscito, onde santarém e seus habitantes encarnaram a alma do oprimido. E agora qualquer coisa que acontecer com conotação de “os de fora” contra “os daqui” vai aparecer essa face de coitadinhos, dos perseguidos, dos humilhados, de “todo o mundo conspira contra a gente”!

  • Toda Pura disse:

    Nem precisa ser perito para ver que tem alguma coisa errada nessa história. Segundo populares, o assassino chegou num carro, estacionou na frente do Colégio Frei Ambrósio e subiu a rampa e foi em direção ao mirante, minutos depois se escutou os tiros e em seguida chegaram os policiais da civil, da policia rodoviária federal. Ao descer a rampa com os policiais os populares se deram contam que se tratava do cara do carro que minutos antes havia estacionado, ou seja, de quem era o carro que o assassino usou? Onde tá esse caro agora?, pelo visto, os “agentes de segurança” foram para o local do crime para proteger o assassino, nem se preocuparam com a vítima. Porque a policia não se preocupou com a vitima? Eles já sabiam de quem se tratava? e já sabiam do que se tratava?, porque o escrivão em vez de fazer o seu trabalho, se apresou para dar uma explicação do porque do crime e da atitude do criminoso?…policia defendendo assassino, que é isso? Cadê o celular da vitima? Quem ligou para ele?…porque as testemunhas, os adolescentes não foram levados para delegacia para prestar esclarecimento? Quem são essas pessoas? o revolver tava na mão do policial sem nenhuma proteção, com toda essa lambança, quem é que prova que o revolver apresentado como sendo da vitima, é dele mesmo?. Ou é mais uma prova plantada pela policia civil para proteger o criminoso. e a farda, não é proibido o uso de uniforme oficial da corporação por quem não é da mesma?. Esse crime foi arquitetado, feito a luz do dia, no centro da cidade, no lugar mais alto, o mirante, a obra mais charmosa da Pérola do Tapajós e do governo da Maria, quem fez ou mandou fazer, quer deixar claro para a população de Santarém que não tem dúvida da impunidade. Para o escrivão da Policia Civil, a vítima é culpada, e agora?, como vamos escutar a versão do morto? fazendo uma sessão espírita no tribunal?. Digam o que digam, justifiquem como quiserem, este é um crime de ENCOMENDA, cheio de recado e ameaças. É um CRIME. No BRASIL e em SANTAREM ninguém é melhor que ninguém perante a LEI. QUE A JUSTIÇA PREVALEÇA, os CULPADOS SEJAM PUNIDOS e SANTARÉM LIBERADA DESSES ARROGANTES E PREPOTENTES que teimam em destruir nossos SONHOS, e agora AMEAÇAM também nossa integridade física e tranquilidade cidadã. NÃO e NÃO!.

  • pauxiara disse:

    Tem gente ainda puxando o gatilho contra o pobre santareno de morreu…

    1. Molecagem! disse:

      Só esse povo de Santarém mesmo, ou melhor desse estado cheio de lideranças corruptas, para acreditar que ninguém está vendo esse IMENSO ABSURDO!

  • Antonio disse:

    Jeso, será que a PM vai buscar ele de volta com a farda da PM????É ridiculo as pessoas fazerem desse crime uma conotação politica e ver programas eleitorais em cima de uma familia de luto que enquanto vivo o David não teve nenhuma regalia ou ajuda, tinha mesmo é que trabalhar pra ganhar o ganha pão.

  • Anônimo disse:

    Jeso, peça à acessoria de imprensa do MP que justifique os requisitos arguidos pela promotora para requer a referida medida cautelar, uma que vez, segundo a Lei de Prisão Temporária – Lei 7960/1989, em nenhum dos seus itens comporta essa situação. A “pressão popular” e, principalmente, “política” não são requisitos da mesma. isso qualquer operador do direito, ou mesmo aluno, sabe. Será que o MP também quer entrar nessa sequência de desatinos?

  • Todos nós disse:

    INFELIZMENTE FOI UMA FATALIDADE. SEGUNDO OS DEPOIMENTOS DO POLICIAL E DAS TESTEMUNHAS O SEGURANÇA ERROU EM VÁRIOS PROCEDIMENTOS , ISSO MOSTRA O SEU DESPREPARO PARA O OFÍCIO DA PROFISSÃO. SE ELE ESTIVESSE COM FARDA OU OBEDECIDO O POLICIAL ,ELE ESTARIA VIVO E TUDO TERMINARIA BEM. LAMENTO PELOS FAMILIARES MEU PEDIDO A DEUS É QUE VENHA CONSOLAR SEUS CORAÇÕES.

  • Sálvio Póvoa Muaddu disse:

    Caro jornalista,

    Sou da Bahia e fiquei impressionado com essa história ocorrida em Santarém, terra bonita que conheci em férias recentes.

    Pelos meus poucos conhecimentos sobre Direito creio que, se o rapaz – cuja prisão foi decretada só agora – for preso nas próximas horas pela polícia de São Paulo, ele passará à custódia do Estado. Isso significa que o Estado (no caso o Pará) terá que arcar com as despesas de sua transferência de Campinas para Santarém, como determinou o juiz.

    Ou seja, as polícias civil e militar do Pará, que o tinham na mão logo após o episódio, fizeram uma tremenda patuscada liberando este rapaz de uma prisão em flagrante e agora o recambiarão com dinheiro do Erário Público!!!

    Isso se contar as despesas com alimentação dele e de sua escolta (geralmente dois policiais), além da despesa que o Governo do Estado teve com o deslocamento das autoridades que foram até Santarém para resolver o problema.

    E quem paga essa conta? O povo do Pará! Será que não existe uma forma de punir as pessoas que fizeram essa meleca toda e condenarem elas a ressarcir o dinheiro gasto?

    Agora entendo porque vocês aí da região querem a criação do Estado do Tapajós!!!

    Um grande abraço ao povo bonito de Santarém.

    1. Gkenndy disse:

      Esse comentário merece status de post, resumido e inteligente, falou pouco e disse tudo

    2. To de olho disse:

      Sávio, agradecemos suas palavras….de fato, um dos motivos pelos quais queremos SIM o Estado do Tapajós , chega do governador mandar e desmandar por aqui, sem nos ouvir ou sem se importar com o que é bom para o Oeste do Pará.
      Santarém é muito bonita e saberá receber muito bem os turistas, desde que NÁO venham para tirar a vida dos santarenos.

  • Observador disse:

    Vem coisa nova por ai , tem gente que não vai dormir , as risadas do policial acho que vão se transformar em desespero . Qual o real interesse de desfigurar a cena do crime e tomar procedimentos que não são padrão ; Aguardem .

  • Pedro dos Santos disse:

    Depois da trapalhada de alguns servidores publicos que tomaram uma decisao irresponsavel, nao se sabe a mando de quem, trocam um pelo outro para depois da saia justa pedir a prisao do criminoso. É por esse e por outros assuntos que no estado do Pará tem aparecido na midia nacional como terra sem lei. Parece um estado sem governo, ou tem treta nesse caso, é o que nos leva a pensar pela pressa com o criminoso saiu daqui.
    A policia lavra o flagrante e remete a justiça ( com o criminoso preso ou detido) e a justiça é quem determina se matem ou se solta. Mas o que vimos foi uma dezena de ‘erros policiais que esqueceram os procedimentos a mando de quem ou por incompetencia?
    Na minha cidade alenquer ele nao sairia de lá sorrindo…..
    O Simao Jatene tá com a batata na mao, afinal ele é o chefe!!
    Essa é a turma do VON.

  • Percival Dias disse:

    Jeso, em sua opnião como jornalista responda. o policial rodoviario federal errou ao atirar no vigia do PT. É vigia porque vigilante é quem faz curso se capacitando coisa que ele não tinha.
    Agora, em sua opnião de jornalista responda voce acha correto um vigia desarmado portar arma de fogo(calibre 38) de numeração raspada , fazendo abordagens(de arma em punho) sendo que ele não tinha autorização e sem qualquer identificação de que ele se tratava de vigia.
    Coloque-se na posição de policial a paisana, vendo estas cenas, voce dando voz de prisão de arma em punho e a pessoa sob a mira de sua pistola pega um jovem para fazer de escudo humano e tenta sacar de sua arma; você:
    a) atira para proteger sua vida
    b) atira pra cima para assustar correndo o risco do agressor atirar no refém
    c) põem a arma no chão correndo o risco de você ser alvejado a tiros

    1. Curica disse:

      Que versão mais fantasiosa é esta, dois tiros caracteriza execução.

      Não houve troca de tiros, somente um agiu, o assassino. E agora você que o defende.

  • Ze Piracuí disse:

    Bonito para o secretário de segurança pública do parazinho, chegou aqui e disse que tudo estava certo, mas trocou o delegado do caso, e no final da tarde sai a prisão do prf, a pedido do mp. Nessa confusão até o secretário do parazinho se enrolou. Santarém pede respeito, aqui não tem amarelão, não e não nem pelo caral…

  • Paulo Henrique Silva disse:

    DANE-SE AS LEIS E OS FATOS!

    Se não houve nenhum fato novo acrescentado ao que já existia a prisão temporária do policial é arbitrária e até mesmo indecente, pois ai sim escancara o quanto são frágeis as nossas instituições. Chega a ser inacreditável que as instituições ajam ao sabor do clamor popular e não de acordo com as leis, ignorando totalmente os fatos existentes. E o pior é que o povo acredita piamente que agora sim foi feita justiça, o povão não tem ideia de quão perigoso é a armadilha do populismo de instituições que tem o dever de agir segundo as leis e não apesar das leis. Essa situação chegar a ser surreal, lá fora ninguém acredita que um agente da lei dentro das suas atribuições pode ser preso por fazer justamente aquilo para o qual foi treinado, poucas vezes na vida vi alguém ser condenado e execrado assim mesmo estando certo é surreal. Por tanto cuidado ai meu povo amanhã pode ser o seu direito a ser atropelado para satisfazer a opinião pública.

  • Andriano disse:

    Uma pena que isso tenha ocorrido com alguém que agiu em legítima defesa e muito menos com um excelente profissional. A própria PRF em nota afirmou tratar-se de um Policial exemplar em suas condutas. É lamentável que estejam tratando o caso dessa forma. O policial não teve culpa do Davi não ter se identificado como vigia e muito menos dele estar indevidamente armado, o que para um policial, na condição que todos se encontravam, configurava-se uma ação criminosa. Ele tinha uma bola de cristal pra revelar que se tratava do vigia da praça. O certo meus caros, é que inverteram-se os papéis. O maior responsável de tudo é a administração pública que de uma forma nojenta, fez propaganda política até no velório do cara, isso sim deve ser banido… deu nojo ver que certos partidos aproveitaram-se da situação pra fazer propagando. MAaaaaaaaaS, só acreditam nas histórias mentirosas, sem qualquer fundo de verdade com relação ao caso ” Davi”, os que desinformados, os alheios à verdade. Antes de chamar o Policial Carlos André de “assassino”, lembrem-se que ele é humano também, e que se soubesse que o Davi era vigia, não teria deferido os tiros. Fatalidades acontecem e nenhum de nós estamos isentos.

    1. Curica disse:

      Legítima defesa ????? A legítima defesa é uma reação a uma ação anterior, que ação foi essa responsável pela reação de legítima defesa? Não houve, logo não se pode falar em legítima defesa.

      Mesmo que a vítima fosse um bandido conhecido, armado e potencialmente perigoso, NINGUÉM (juridicamente) poderia lhe dar um tiro e alegar legítima defesa, sem que houvesse uma ação.

      Pode alegar qualquer coisa, menos legítima defesa!!!

      Esse PRF é um assassino, não há outra denominação para ele, se vai ser absolvido ou não, é outra história, mas o fato é que ele assassinou um homem, logo é assassino.

      Ele assassinou uma pessoa, o fato de ter chamado a polícia, e o escambau depois, não muda o fato de ele ter matado um ser humano, e pior com a qualificadora de não lhe permitir defesa, pois segundo consta, a vítima se encontrava com as mãos levantadas, logo foi executado pelo PRF.

      1. Bom senso disse:

        Usar uma pessoa como escudo humano e fazer menção de ir pegar a arma não é ação anterior?

        Ah tá!!

        Ele tinha que esperar o armado sem identificação baixar a mão, pegar a arma e atirar e se errar aí sim atirar de volta… é cada uma…

        Ser humano que tava errado!!! Não devia tá armado!!! Não tinha licença!! Não tinha treinamento!! Se não tivesse armado tava vivo!!

    2. Curica disse:

      O fato de alguém estar agindo de forma contrária a lei, não autoriza o Senhor PRF a assassiná-lo. Se assim fosse, todos nós em algum momento da vida seríamos executados sob o pretexto de que estávamos descumprindo alguma lei.

      Cuidado o próximo poderá ser você, ou eu.

  • guilherme disse:

    Jeso, você tem certeza que foi o delegado quem pediu a prisão ao juiz ou o próprio juiz agiu sem ser provocado?

    1. Jeso Carneiro disse:

      Guilherme, coloquei um post há pouco esclarecendo que a iniciativa da prião é do MP (Ministério Público) do Pará em Santarém, e não do delegado Sílvio Birro.

  • leunam disse:

    PALHAÇADA SABE QUANDO ESSA BANDIDO VEM A SANTAREM NUNCA MAIS AGORA PM QUE FAZ ESCOLTA PRA BANDIDO VAI LA BUSCAR ELE LA EM BRASILIA QUE VER ISSO ACONTECER AQUI EM SANTAREM. NUNCA AGORA E TARDE ESSE E POLICIA MILITAR DO JATENE E DO VOM POVO DE SANTAREM DIGA NAO DIA 07 DE OUTUBRO AO PSDB E UMA VERGONHA NACIONAL.
    NAO ESQUESA DO ESTADO DE TAPAJOS QUE ESSE MESMO VOTARAM CONTRA. AGORA TAO AI BONZINHO PEDINDO VOTO

  • Anônimo disse:

    Só falta agora vocês pedirem pelos blog’s afora a legalização do PORTE ILEGAL DE ARMA e aproveitando o clamor popular por “Justiça” pedir também a legalização do estupro e de outros crimes. Que me perdoe a família + se a versão do PRF for verídica o rapaz morto estava na hora errado e no local errado, e só quem está ganhando com essa tragédia são os candidatos a prefeitura de Santarém.

  • Anônimo disse:

    Absurdo! O verdadeiro trabalhador está sendo preso por ter defendido as pessoas que estavam perto dele!

    1. Tom disse:

      Velho, deverias ter mais cuidado com que falas pois não sabes ou sabes de algumas coisa sobre caso? seu atirasse em um de seus irmãos (sendo policial) estivesse nessa mesma situação você me defenderia?

  • ANONIMO disse:

    AGORA DEPOIS QUE TODA IMPRENSA CAIU EM CIMA, AI TIRAM DELEGADO, TROCAM DELEGADO, TROCAM COMANDO DA PM, E A VIDA ,ESTA MEUS AMIGOS , JA ERA, E UMA VERGONHA A JUSTICA DESTE ESTADO, E POR ISTO QUE EM LAGO GRANDE DO CURAUAI E EM CASTELO DOS SONHOS A POPULACAO INVADIU AS DELEGACIAS, BOTARAM FOGO . ESTA E A MELHOR SAIDA, . BANDIDO BOM E BANDIDO MORTO., TEMOS QUE FAZER UMA CAMPANHA PARA QUE SEJA ADOTADO ESTE SISTEMA.

    1. Guerreiro disse:

      Governo de farsantes oportunistas!

    2. Tadeu Xavier disse:

      Caro, morte já houve! “…E A VIDA ,ESTA MEUS AMIGOS , JA ERA…” como bem disse vc. É lamentável toda essa situação. Porém, responder atirando não dá mais!!!

  • Francisca Barros disse:

    Isto sim é acertar dois passarinhos com uma pedrada só:
    acalmam-se os ânimos da turba furiosa e ainda faz-se um marketing pessoal básico..

    Mas não significa nada para a instrução penal….

  • Manuel Dutra disse:

    Agoraaaaa? Depois que o assassino fugiu com a ajuda e as honras da PM paraense, em Santarém? Foi preciso mil blogs mostrarem a indignação geral da população? Depois que o governo do Estado se mexeu por causa da grita dos blogueiros? Depois que a PM vestiu um criminoso com a farda da polícia paraense para lhe dar fuga? O Pará e seu povo precisam se dar a respeito. O povo se respeita. E as “autoridades”, fazem isso?

    1. Anônimo disse:

      Caro Manuel Dutra, pelo jeito você queria que o policial fosse entregue aos familiares e amigos do vigilante do PT para eles fazerem a sua “justiça” com as próprias mãos. Você queria outro caso semelhante ao que ocorreu em Curuai e CAstelo dos Sonhos. Você mora em nossa cidade? Você sabe da realidade do interior do Estado? O que ocoreu em Curuai? Em Castelo dos Sonhos? Se, porventura, nesses dois casos anteriores os policiais militares tivessem agido da mesma forma que agiram em Santarém, a verdadeira justiça seria feita, pois a turba não iria arrancar os presos da Delegacia e não o teriam linchado em via pública. Não podemos ficar a mercê de gritos por “justiça” sem o mínimo de direito a quem quer que seja. A pressão pública, tampouco a pressão política jamais poderão ser requisitos de medidas cautelares como as prisões em nosso ordenamento jurídico. Isso é retrocesso ao processo democrático.

  • Jheremy disse:

    era o minimo que a policia deveria ter feito e não fez…. tava perceptível que tinha alguma coisa errada o fato de não terem pedido a prisão temporaria no dia do crime, já que o acusado encontrava-se em estado de flagrante delito. que justiça seja feita!!!!!

    1. Jheremia disse:

      Caro Jheremy, agora me deu medo!!! Pois até a justiça não aguenta pressão política, decreta a prisão preventiva de um cidadão que agiu em legítima defesa, acionou a polícia e o serviço médico, apresentou-se espontaneamente, é funcionário público e tem residência fixa. Qual o embasamento para tal ato do juiz??? Ja que o PRF tomou todas as providencias exigidas pela lei após o fato ocorrido.

  • Bruno disse:

    Muito dificil ele ser preso:

    Ele (autor) vai sumir, e depois pedir um habeas corpus antes de ser preso

  • SATISFAÇÃO GERAL disse:

    UMA COISA FOI CERTA. ALGUMA PROVIDENCIA TERIA QUE SE TOMAR E A UNICA FOI DA PRISÃO TEMPORARIA.

  • Atento disse:

    Caro Jeso, alguma coisa está equivocada na notícia sobre a decretação da cautelar do PRF.
    Ou é Mandado de Prisão Preventiva, que não tem prazo para cumprimento, ou é Mandado de Prisão Temporária, que tem prazo determinado para prisão de 5 dias, conforme vc citou.

    1. Jeso Carneiro disse:

      É prisão temporária. A retificação foi feita. Obrigado!

      1. Alma Cabocla disse:

        Jeso qual o efeito pratico dessa prisão?…, o policial ja esta longe, e o corporativismo vai protege-lo, como o protegeu ate agora….

        1. Jeso Carneiro disse:

          Efeito prático? Ele terá que ser preso e dar os vários esclarecimentos que o caso requer.

          1. Anônimo disse:

            Desculpa Jeso, mas esclarecimentos sobre o que?

            Haviam quatro testemunhas que presenciaram o que ocorreu, elas estavam lá no exato momento, seus depoimentos são o suficiente para sabermos exatamente o que aconteceu.

            O POLICIAL se apresentou voluntariamente a polícia civil, prestou seu depoimento e teve que ser evacuado com emergência com medo de ser lixado pela família e seus amigos que estavam de plantão em frente a delegacia e que quebraram a mesma no dia seguinte quando houve o enterro do vigia.

            A polícia federal enviou uma NOTA OFICIAL dizendo o que ocorreu (isso implica que a mesma deve ter tido acesso aos depoimentos).

            O vigia estava armado (arma não é brinquedo de intimidação só serve pra duas coisas ou se defender ou matar), sem está fardado e com uma arma mais que ilegal, porque além de não ter porte para a mesma esta tinha sua numeração raspada.

            Você acha que realmente havendo alguma dúvida em relação aos fatos o delegado iria liberar um assassino confesso?

            Só uma coisa me incomoda Jeso, se fosse você ou eu naquele mirante, armado com uma arma ilegal e a paisana, e que fosse morto (ou acidentalmente ou por legitima defesa) você acha que iria haver toda essa mobilização para que prendessem e julgassem o policial? Você acha que haveria nota de pesar em horário político, ligações para comandante da polícia militar, pra governador e afastamento de delegado?

            Ou seria só uma notícia nas paginas policiais como esta: https://notapajos.globo.com/lernoticias.asp?t=Jovem-baleado-abdomen-Nova-Republica&id=51744

            Jeso a justiça tem que ser para todos, eu entendo a dor e a revolta da família que perdeu um ente querido, de forma tão idiota e tão sem sentido, mas a revolta dos mesmos é compreensível, mas não justificável, por maior que seja a dor, não é tentando condenar alguém a todo custo que eles terão paz, a única maneira de isso não ter acontecido era esse rapaz não está com aquela arma naquele dia…

          2. Alma Cabocla disse:

            Como diz o Bruno, ele ja sumiu, e vai se reapresntar com um HC, pra responder o feito em liberdade, como disse alguem, foi decretada a prisao de um trabalhador. lamentavel.