Operação em Minas e Santa Catarina mira líderes de facção criminosa que atua no Pará
A operação Cabeças II foi deflagrada na manhã deste segunda-feira em MG e no PR. Foto: Divulgação/PC do Pará

A Polícia Civil do Pará enviou 16 policiais civis para Minas Gerais e Santa Catarina, onde foi deflagrada a operação “Cabeças II”, na manhã desta segunda-feira (25). 

A ação teve como principal objetivo cumprir mandados de prisão de membros de facção criminosa de âmbito nacional, que organizavam e comandavam crimes no Pará. 

 

A operação foi realizada de forma integrada com as polícias civis dos demais estados, sendo que os agentes foram divididos em 4 equipes com 4 policiais cada, sendo que 8 foram enviados para Minas Gerais e 8 para Santa Catarina.

As prisões dos acusados foram realizadas em Florianópolis e Criciúma, em Santa Catarina, e Uberlândia, em Minas Gerais.  Todos são conselheiros finais de facção criminosa.

→ LEIA também: Prefeito paga, antes de deixar o cargo, R$ 80 mil a advogado contratado sem licitação

Eles serão trazidos para o Pará e, posteriormente, transferidos para uma unidade prisional federal.  

Participaram da operação, policiais civis do Núcleo de Inteligência Policial, Coordenadoria de Operações Especiais, Diretoria de Policia Especializada, Divisão de Homicídios e Delegacia de Repressão a Crimes Organizados.

Com informações da Polícia Civil do Pará


📹 Assine o canal do Blog do Jeso no Youtube, e assista a dezenas e dezenas de vídeos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *