Polícia prende 6 por assalto a carro forte no Pará; esposa de acusado também foi presa
Assaltos a carro forte no Pará são investigados pela DRRBA. Foto: O Liberal

A Polícia Civil do Pará deflagrou nesta quinta-feira (4) operação que cumpriu mandados de busca e apreensão, além de prisão preventiva, de integrantes da quadrilha responsável pelo ataque a um carro forte de uma empresa de transporte de valores em agosto de 2019, na PA-150, entre os municípios de Marabá e Eldorado dos Carajás, região sudeste do estado.

Seis pessoas foram presas. 

 

Foram presos, pela participação direta e apoio logístico no crime:

Régis Sotério Braga Martins, o Tio Patinhas;

Gean Marcos Silva Silveira, o Bê;

Francinaldo Santos Brito, o Cofe; J

Jorge de Barros Silva, o Junior Preto, e

Jocélio Caldas da Silva, o Maguila. 

A sexta pessoa presa é um funcionário da empresa de transporte de valores, contra o qual foi comprovado, no decorrer das investigações, que ela compartilhava informações de rotas e os valores transportados com os criminosos.

A polícia apurou que homem atuava, na prática, como um facilitador para os crimes do bando.

Fuzis, explosivos e rifle

Com uso de fuzis, um rifle ponto 50 e explosivos, a quadrilha atacou e roubou o veículo de transporte de valores. Os bandidos fugiram com todo o dinheiro. 

A Polícia Civil acionou as equipes da DRRBA/DRCO (Divisão de Repressão ao Crime Organizado/ Delegacia de Repressão de Rouboa a Bancos e Antisequestros), para a coleta de elementos.

A investigação identificou e localizou o líder da quadrilha, o baiano Manoel Pires de Oliveira, o Pastor ou Manel, que morreu após confronto com policiais da DRCO no município de Tailândia, no sudeste do Pará.

“O desenvolvimento do trabalho investigativo possibilitou a identificação e responsabilização completa do grupo criminoso, resultando em sua desarticulação. Nesta quinta-feira, foram cumpridos 6 mandados de prisão preventiva e 5 mandados de busca e apreensão nos municípios de Belém, São Miguel do Guamá, Rondon do Pará e Marabá, bem como nos estados de Goiás, Paraíba e Pernambuco”, ressaltou o coordenador da operação, delegado Fausto Bulcão. 

 

Durante o cumprimento de um dos mandados na cidade de Marabá, região sudeste do Pará, foram encontradas na residência da esposa de um dos suspeitos, diversas munições de fuzil calibre 5.56mm, o que motivou a autuação em flagrante de Sidineia Barreto Salete. 

A operação envolveu a DRRBA, vinculada à DRCO, com apoio de policiais civis da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE) e do Núcleo de Apoio à Investigação de Marabá (NAI/MBA).

Também contou com apoio das polícias civis dos estados de Goiás, Paraíba e Pernambuco. Os presos foram ouvidos e transferidos ao sistema penitenciário estadual, onde já  estão à disposição da Justiça, em Marabá.

Munição apreendida na casa de Sidineia Barreto Salete. Foto: PC do Pará

Com informações da Polícia Civil do Pará

LEIA também: Quadrilha invade garimpo, e rouba 20 quilos de ouro, avaliados em R$ 5 milhões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *