Ufopa e UFPA: quantas fraudes em currículos foram apuradas em 11 anos
Campus central da Ufopa em Santarém. Foto: Divulgação

Nenhum processo, tipo PAD ou similar, foi aberto na Ufopa (Universidade Federal do Oeste do Pará) nos seus 11 anos de existência, para apurar denúncia de fraude em currículo acadêmico de seus servidores.

Por outro lado, nesse mesmo período, na UFPA (Universidade Federal do Pará), foram instaurados 2 procedimentos.

 

O primeiro, um PAD, foi concluído em 2012, quando ficou constatada a falsificação de diploma de doutorado no campus de Altamira, resultando na demissão do servidor.

O segundo, em 2017, a sindicância que apurou suposta fraude na obtenção de diploma de mestrado foi arquivada.

Essas informações foram obtidas junto as duas universidades pela agência de dados Fiquem Sabendo, via LAI (Lei de Acesso à Informação), e reproduzidas pelo Blog do Jeso.

LEIA também: Com pouco mais de 37 mil eleitores, Alenquer terá 10 candidatos a prefeito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *