Publicado em por em Uncategorized

A Justiça Federal decretou a prisão preventiva do madeireiro Luiz Lozano da Silva, da cidade de Novo Progresso  (foto) . O mandado de prisão foi expedido na última sexta-feira, 5. Leia também – Estudo da Ufopa sugere mudança do período de defeso no Baixo Amazonas. O madeireiro, que já havia sido preso preventivamente como forma […]

Justiça Federal volta a decretar prisão de madeireiro de Novo Progresso

A Justiça Federal decretou a prisão preventiva do madeireiro Luiz Lozano da Silva, da cidade de Novo Progresso  (foto) .

O mandado de prisão foi expedido na última sexta-feira, 5.

Leia também – Estudo da Ufopa sugere mudança do período de defeso no Baixo Amazonas.

O madeireiro, que já havia sido preso preventivamente como forma de a Justiça evitar a prática de mais crimes, conseguiu liberdade e voltou a desmatar área na mesma região onde já havia atuado ilegalmente.

Luiz Lozano, conhecido como Luizinho, é réu em dois processos criminais ajuizados pelo Ministério Público Federal (MPF). Um dos processos é decorrente da operação Castanheira, que entre o final de 2014 e início de 2015 prendeu grupo acusado de provocar grande parte do desmatamento na Amazônia.

Lozano foi solto por meio de habeas corpus concedido pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

A outra ação penal em que ele figura como acusado é pelo desmatamento de área embargada (com uso proibido) no entorno da Floresta Nacional do Jamanxim, em Novo Progresso. O desmatamento ilegal foi descoberto em setembro do ano passado pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Depois da fiscalização, Lozano disse ao Ibama que propriedade é de outra pessoa, mas o MPF denunciou à Justiça que essa informação é falsa.

“De fato, mais do que proteger o processo penal em curso ou futuro, a prisão fundada na garantia da ordem pública visa proteger a própria comunidade, já que a preservação da liberdade do denunciado atingirá duramente a sociedade e o principal bem jurídico atingido pelas condutas delitivas, qual seja, o meio ambiente, patrimônio de inestimável valor cujo dano revela consequências que ultrapassam as fronteiras do território nacional”, registra o juiz federal Paulo César Moy Anaisse no decreto de prisão.

“Nesta sede, também aparenta o requerido acreditar na impunidade de suas condutas, o que o estimula a continuar com a prática delitiva, mesmo estando sujeito a medidas constritivas diferentes da prisão”, observa o juiz.

[Fonte – MPF]


Publicado por:

5 Comentários em Justiça Federal volta a decretar prisão de madeireiro de Novo Progresso

  • Nossa justiça que desgraça o país, pois país com justiça degradada não pode conter desmatamento. A policia prende e a justiça solta.

  • Deixamos o agronegócio tomar contar do sul e sudoeste do Pará!… Agora é só desmatamento…. ligando a ex-amazônia ao ex-cerrado!…

    O sol vai ser de lascar!…

  • Deixamos o agronegócio tomar contar do sul e sudoeste do Pará!… Agora é só desmatamento…. ligando a ex-amazônia ao ex-cerrado!…

    O sol va

  • Estes bandidos praticam qualquer tipo de crime,a algum tempo atrás a pratica mais rentável era vender “nota de madeira ” depois veio a grilagem e desmatamento especulativo e por ultimo a politica.

    Tomemos como exemplo este Osvaldo Romamholi

    Madeireiro, Ex presidente do SIMASPA
    Desmatamento e Grilagem
    Prefeito

    Agora querem eleger o maior desmatador da Amazônia o Ezequiel Castanha Prefeito de Novo Progresso e o que é pior aparece em primeiro lugar nas pesquisas, entre os membros de seu partido o PMDB.
    O Ismael “do Duvale” também é candidato e o atual o Dr.Joviano é candidato a releição.

    Parece que o fim destes bandidos é a politica.

  • Eta,lugarzinho,o atual Prefeito Joviano teve perto de 1000 reses aprendidas pelo IBAMA por crime ambiental.O Ex prefeito o também madeireiro Osavaldo , cassado por corrupção praticava junto com a filha o desmatamento especulativo ,desmatar para vender,e teve suas áreas embargadas.
    Este outro madeireiro o Luizinho parece que nem na cadeia para de desmatar .Desmatar para vender da mais dinheiro que vender drogas por este motivo continua.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.