Em nota, Alenquer afirma que não tem contrato com a banca Mendes e Mendes

Nota encaminhada ao BJ (Blog do Jeso) pela Prefeitura de Alenquer, oeste do Pará, a propósito de negócios com a banca de advocacia Mendes e Mendes, de Belém.

O escritório é alvo de processo movido pelo MPPA (Ministério Público do Pará) em São Miguel do Guamá. O caso foi noticiado pelo BJ na semana passada.

 

— LEIA ainda sobre esse caso: Banca de advocacia alvo da Justiça em São Miguel do Guamá tem contrato com Mojuí

Eis a íntegra da nota:

NOTA DE ESCLARECIMENTO À IMPRENSA

A Prefeitura Municipal de Alenquer/Pa informa que revendo os processos de contratação dos últimos 05 (cinco) anos, constatou que NÃO possui vínculo contratual com a empresa ESCRITÓRIO MENDES E MENDES ADVOCACIA E CONSULTORIA, portanto, referido escritório não detém legitimidade para representar judicial e administrativamente este ente público municipal.

Tal informação é necessária em vista a notícia veiculada no Blog da Franssinete Florenzano que, a partir de documentos constantes dos autos da Ação Civil Pública em trâmite na comarca de São Miguel do Guamá, consubstanciado em pedido de informações processuais em nome do município de Alenquer, realizado pelo referido escritório de advocacia, fato até então desconhecido dos gestores do município de Alenquer.

Atenciosamente,

Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Alenquer


Assine e participe, comente no canal do Blog do Jeso no Telegram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *