vc. repórter. Funcionário da Jari Celulose em Monte Dourado denuncia atraso de salário

Publicado em por em Almeirim, Justiça

vc. repórter. Funcionário da Jari Celulose em Monte Dourado denuncia atraso de salário
A Jari Celulose gera cerca de 2,5 mil empregos. Foto: Reprodução

Um grito de socorro ecoa em todo o Vale do Jari, que inclui a população de Monte Dourado (Almeirim, PA), Laranjal do Jari e Vitória do Jari Sul (Amapá). A população pede solução imediata à classe política, Ministério Público do Trabalho, e Ministério Público Federal e governadores do Pará e Amapá.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Papel Celulose do Pará e Amapá (Sintracel), os trabalhadores da Jari Celulose e de empreendimentos terceirizados que prestam serviço à empresa estão há 7 meses com salários atrasados e sem benefícios em dia.

Um funcionário da empresa e leitor do JC, que pediu para não ser identificado, procurou o portal para denunciar o caso.

“Pedimos socorro das autoridades políticas do Pará, estamos esquecidos em Monte Dourado. Em época de eleição, eles estão aqui pedindo votos, e agora nos abandonaram. Estamos passando fome, são mais de mil funcionários diretos e indiretos, que estão com salários atrasados. Não aguentamos mais esta situação”, relatou o funcionário da empresa.

A empresa

A Jari Celulose gera emprego para amapaenses e paraenses, visto que o rio Jari é o que separa Monte Dourado (PA) e Almeirim (PA) de Laranjal do Jari (AP). A Jari celulose gera cerca de 2.500 empregos.

A população das duas localidades, principalmente os trabalhadores em geral do Vale do Jari, estão vivendo em estado de calamidade com essa situação.

“Estamos esquecidos. Tem diversos funcionários passando fome com suas famílias, as autoridades precisam tomar alguma atitude a nosso favor”, suplicou.

O JC não conseguiu o contato com a empresa. Essa matéria será atualizada, com o contraponto da Jari, tal logo ele nos seja enviado.


Participe você também. Mande para o portal JC denúncias, fatos e fotografias de episódios por você registrado e/ou presenciado. Por e-mail: jesocarneiro@gmail.com, ou pelo WhatsAPP (93) 99141-3040.


Publicado por:

7 Comentários em vc. repórter. Funcionário da Jari Celulose em Monte Dourado denuncia atraso de salário

  • Boa tarde.
    Chega de critica política: essa situação se expandio no governo do Bolsonaro e mesmo assim nunca vimos solução, pelo contrário chegou no fundo do poço. A população pede socorro de emergência, que independentemente dos culpados, o que a população precisa é de solução: Os trabalhadores (pais de família) precisam receber seus direitos trabalhistas atrasados, para alimentação e bem-estar do vínculo familiar, social e moral, já que as necessidades só aumentam e os juros das dívidas só crescem a cada dia. Essa é a nossa realidade infelizmente. Pedimos socorro e que Deus nos ajude em nome de Jesus Cristo amém.

  • Boa tarde.
    Chega de critica política: essa situação se expandio no governo do Bolsonaro e mesmo assim nunca vimos situação, pelo contrário chegou no fundo do poço. A população pede socorro de emergência, que independentemente dos culpados, o que a população precisa é de solução: Os trabalhadores (pais de família) precisam receber seus direitos trabalhistas atrasados, para alimentação e bem-estar do vínculo familiar, social e moral, já que as necessidades só aumentam e os juros das dívidas só crescem a cada dia. Essa é a nossa realidade infelizmente. Pedimos socorro e que Deus nos ajude em nome de Jesus Cristo amém.

  • Essa foto nem e da jari tem que posta uma foto real mostrando como está a realidade da Jari largada pelos pedaços e só ferrugem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *