Hospital regional em Itaituba ultrapassa a marca de mil cirurgias em 6 meses
Hospital Regional do Tapajós, em Itaituba: mais de mil cirurgias em 6 meses. Foto: Agência Pará

Em 6 meses, um total de 1.033 cirurgias foram realizadas no Hospital Regional do Tapajós (HRT), em Itaituba, sudoeste do Pará. O quantitativo alcançado pela unidade é o resultado da qualidade oferecida nos serviços proporcionados à população que antes precisava se deslocar para outras cidades e realizar os procedimentos fora de domicílio, segundo informa a Agência Pará.

Para a direção geral da unidade, essa marca é expressiva porque significa benefícios para milhares de pacientes. A diretora Karla Cajaíba, enfatizou o registro da marca.

— LEIA AINDA: Médicos do Samu paralisam atividade em Santarém por causa de salários atrasados.

 

“A equipe comemora não apenas a marca alcançada nesses meses de oferta dos serviços, mas também histórias de beneficiários que hoje vivem com uma saúde melhor por conta do atendimento de excelência que receberam dos profissionais que atuam na unidade. É um orgulho imenso, ainda mais por sabermos que mudamos para melhorar a qualidade de vida dos nossos pacientes, através de um trabalho de alto nível realizado pela equipe multiprofissional que atua em nossa unidade”, frisou.

Entre os beneficiários, está o paciente, Zacarias Alexandre, 53 anos, de Itaituba, que realizou uma cirurgia ortopédica no joelho.

“Ter realizado o procedimento na cidade sem ter que se deslocar para outra me proporcionou mais comodidade e menos despesas, e fiquei muito satisfeito com o atendimento que recebi do Hospital Regional, atendimento cinco estrelas”, avaliou o paciente que evoluiu bem e em menos de 24 horas após a cirurgia recebeu alta hospitalar.

O Hospital Regional do Tapajós (HRT) visa a atender uma necessidade histórica da região sudoeste, onde pacientes precisavam sair de suas cidades para receber atendimento médico.

“Nossa intenção é diminuir as transferências dos pacientes para outras localidades e ter outras unidades hospitalares referências em atendimento hospitalar de alta e média complexidade em todo o Estado”, complementa o secretário de Saúde Pública, Rômulo Rodovalho.

Com informações da Agência Pará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *