Por calote, Justiça condena associação de Juruti a pagar mais de R$ 200 mil para fotógrafo, Juruti Velho

Vila de Muirapinima, a “capital” de Juruti Velho, sede da Acorjuve. Foto: Tuko Dias

Uma associação de comunitários de Juruti, oeste do Pará, foi condenada pela Justiça a pagar mais de R$ 200 mil por não pagar os serviços do fotógrafo Vanildo Maia Pinheiro e, pior, usar o material fotográfico sem autorização e sem os devidos créditos autorais.

A decisão, proferida no início deste ano, pelo juiz Flávio Lauande, transitou em julgado em maio, não cabendo mais, portanto, recurso contra a sentença.

A Acorjuve (Associação das Comunidades da Região de Juruti Velho), segundo os autos do processo de indenização por danos materiais e morais, foi contratado Vanildo Pinheiro, em 2007, para tirar fotos das áreas alvos de extração de bauxita na região de Juruti Velho, município de Juruti.

Presidida por Gerdeonor Santos, a Acorjuve não só teria pago o serviço, acertado em R$ 26 mil à época, como também fez mais: utilizou o material produzido pelo fotógrafo sem autorização e sem os créditos autorais no 5º Fórum Social Pan-Amazônico, realizado em Santarém em 2010, e distribuiu a jornais.

Gerdeonor - Acorjuve

Gerdeonor Santos, presidente da Acorjuve, numa das fotos de Vanildo Pinheiro em 2007

Com base nas provas e depoimento de testemunhas, o magistrado condenou a Acorjuve a pagamento de 100 mil reais, por violação de direitos autorais, corrigidos, e 20 mil reais por danos morais, também a serem corridos.

De acordo com a defesa do fotógrafo, feita pelo advogado Gilmar Diniz Júnior, em valores atuais a indenização chega a R$ 228 mil reais, com acréscimo ainda de 10% pelo não cumprimento voluntário da sentença e mais 10% de honorários advocatícios.

“A associação teve oportunidade de recorrer da sentença, pagar voluntariamente o débito ou embargar a decisão, mas deixou transcorrerem os prazos sem se manifestar”, lembrou o advogado.

OUTRO LADO

O Blog do Jeso tentou, mas não conseguiu contato com o presidente da Acorjuv,e para ouvir seu contraponto. O espaço para que ele se manifeste, a qualquer tempo, continuará aberto.

Leia também:
Juiz nega pedido do MPF e mantém Gerdeonor no comando da Acorjuve

  • 86
    Shares

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

5 Comentários em: Por calote, Justiça condena associação de Juruti a pagar mais de R$ 200 mil para fotógrafo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Paulo Filho disse:

    Admiro esse cara por deter uma QI elevado, porém não usar para o bem …..

    Gedenor …..
    Espero que quando a PF chegar em vc seja cobrado cada centavo…..

  • Bea disse:

    Muitos de Juruti velho, Não conhecem seus direitos…coitados não sabem o que esses representes dessa tal associação fazem por de baixo dos panos!! Triste situação.

  • TIC, TAC disse:

    PRENDAM LOGO ESTE GEDENOR, TODO DIA É UM ESCÂNDALO MAIOR QUE OUTROS,SE NÃO BASTASSE AS 2000 CASAS QUE ELE NÃO FEZ EM JURUTI VELHO

    1. Ricardo disse:

      Isso é um vagabundo safado e lá e muita gente burra que não sabe seu direito .

      1. Amo J Velho disse:

        Oh! Inteligente , ignorante, burro é você. Gostaria de ter a oportunidade de lê seu currículum