Advogado adoece e audiência de processo sobre cassação de prefeito é adiada para dia 16
Matheus Almeida, prefeito de Monte Alegre: na mira do MPE por abuso de poder econômico. Foto: Agência Pará

Adiada para o próximo dia 16, por motivo de doença do advogado de defesa, a audiência de instrução do processo de cassação do prefeito de Monte Alegre (PA), Matheus Almeida (MDB). Ele é acusado pelo MPE (Ministério Público Eleitoral) de abuso de poder econômico e político na campanha do ano passado.

A audiência estava marcada para sexta-feira (30). O MPE, através do promotor Diego Belchior Santana, não se opôs ao adiamento devido o estado de saúde de Salazar Fonseca Júnior.

— LEIA AINDA: Juiz dá 30 dias para prefeito melhorar estrutura de abrigo de crianças em Prainha.

 

O advogado é quem faz a defesa do prefeito e também a do ex-prefeito Jardel Vasconcelos (MDB), que igualmente integra o polo passivo da representação.

Segundo o MPE, Jardel teria colocado a estrutura do município a serviço da candidatura de seu aliado, que acabou vencendo a eleição por margem estreita de votos do 2º colocado – 31,04% a 30,71%, obtidos por Anselmo Picanço, do PSDB. Outros 5 postulante ao cargo de prefeito participaram do pleito.

O juiz eleitoral Thiago Tapajós Gonçalves, da 19ª ZE (Zona Eleitoral), é quem está à frente do caso. A próxima audiência também será realizada por videoconferência.

O início previsto é às 10h.

Os alvos da denúncia

➽ ÁDINA ANTÔNIA DOS SANTOS PINTO MEIRELES;

 JARDEL VASCONCELOS CARMO

 MATHEUS ALMEIDA DOS SANTOS

 LEONARDO ALBARADO CORDEIRO

 JOÃO TOMÉ FILHO

 ADSON VICENTE DE ARAÚJO LEÃO

 ADEMIR BRASIL MOTA

 DICIVALDO PANTOJA DE SOUZA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *