Balanço das urnas: 6 notas sobre o resultado das eleições em Terra Santa
Prédio da Prefeitura de Terra Santa, no oeste do Pará. Foto: Divulgação/Facebook

O prefeito reeleito Doca Albuquerque (PSD) terá influência decisiva na escolha do próximo presidente da Câmara de Vereadores de Terra Santa. 7 dos 11 vereadores eleitos são de sua base política – PSD (5), PSDB (1) e PSC (1). A oposição elegeu 4 vereadores, todos do MDB.

As duas maiores forças políticas em Terra Santa continuam sendo o PDS, que contabilizou 4.429 votos neste eleição, e MDB (4.127 votos). A terceira força é o PSDB (1.559 votos).

 

O número de abstenções em Terra Santa neste ano chegou a quase 2,4 mil eleitores, de um eleitorado 11.613 que compareceu às urnas (83,22%).

O prefeito reeleito Doca Albuquerque (PSD) conseguiu aumentar sua votação nominal e percentual em relação à eleição de 2016. Há 4 anos, ele venceu Adalberto Anequino (MDB) com 49,01% dos votos válidos (5.230 votos). Agora chegou a 54,81% (6.255 votos).

Anderson Bentes (PSDB), vereador eleito com o menor número de votos (356) neste ano, foi mais votado que o vereador Surpicio Marinho, eleito em 2016 com menor votação – 312 votos, pelo PV.

 

Serão apenas duas mulheres na Câmara de Vereadores de Terra Santa a partir de 1º de janeiro de 2021: Wal dos Anjos, a mais votada (735 votos), e Isaura Marinho (589 votos), ambas do PSD. Em 2016, foram 3 mulheres eleitas.

LEIA também: Prefeito de Terra Santa, Doca é reeleito; PSD impõe nova derrota ao MDB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *