Terra Santa, Placas, Juruti, Belterra e Prainha em 5 notas curtas
Prédio do TRE, em Belém: contas reprovadas de Lucivaldo

Terra Santa. Contas reprovadas

O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Pará reprovou as contas de campanha de 2018 de Lucivaldo Batista, 31 anos. Ano passado, o jovem administrador terrasantense foi candidato a deputado estadual pelo PSL. Obteve 2.015 votos.


Placas. MPF processa prefeita

O Ministério Público Federal ajuizou processo, por crime de improbidade administrativa, contra a prefeita Raquel Possimoser (PSDB), candidata à reeleição. O juiz determinou a notificação de Raquel para que faça sua defesa preliminar. O blog apura os detalhes do caso.

 

Belterra. Saída do PSD

O vereador e líder do governo na Câmara Jonas Palheta ainda não bateu o martelo. Mas não descarta a possibilidade de, na abertura da próxima janela partidária, em março, deixar o PSD — pelo qual foi eleito pela 1ª vez ao cargo em 2016. Foi o 5º mais votado do município.


Juruti. Energia para Betânia

A Celpa recebeu sinal verde da Semma (Secretaria Municipal de Meio Ambiente), para instalação de redes de distribuição elétrica às comunidades de Betânia, São Manoel I e São Manoel II. E ainda: Castanhal Grande Mata Limpa e Lago das Piranhas.


Prainha. Doação de cimento

Corre solta a informação (boato?) que o prefeito Davi Xavier (MDB) tem pedido a servidores municipais contratados que doem sacos de cimento, para operação tapa-buracos na área urbana. Indaga-se: se o servidor não quiser doar, será demitido? Coincidência ou não, a prefeitura deslanchou um mutirão contra os buracos. Veja o vídeo.

— LEIA também: Seduc abre comissão para investigar dano ao erário causado pela prefeita de Faro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *