Tapajazz 2020 começa amanhã com a 1ª Mostra Belém em formato online
Toninho Horta, presença na 7ª edição do Tapajazz. Foto: Divulgação

Em sua 7ª edição, o Tapajazz, festival que tem origem em Santarém, no oeste paraense, realiza sua 1ª Mostra Belém nos dias 24, 25 e 26 de setembro, em formato on-line, com transmissão a partir das 19h30, direto do Teatro Waldemar Henrique, pelo canal de Youtube do festival e retransmissão pela página de Facebook da Equatorial Energia

Realização da Fábrica de Produções, patrocínios da Equatorial Energia, por meio da Lei Semear, e da Alcoa. Apoio cultural da Casa do Saulo – Onze Janelas e deputado Igor Normando (Podemos).

 

A programação terá 8 lives de shows, em 3 dias, envolvendo mais de 20 músicos, de 5 estados brasileiros.

Participam os músicos Joãozinho Gomes, Enrico Miceli e Zé Miguel, do grupo Conexão Amazônia (AP), Alan Gomes (AP), a banda Silibrina (SP), Toninho Horta (MG), Trio Paraense – Tripa, formado por Luiz Pardal, Jacinto Kahwage e Paulinho Assunção (PA), Grupo Jardim Percussivo (PA) e Maurício Maestro (RJ), além de Sebastião Tapajós (PA). 

Primeiro festival de jazz do interior amazônico e um dos quatro do gênero na nossa região, o Tapajazz acontece mais especificamente, em Alter do Chão, um dos mais visados destinos turísticos do Estado. O balneário é situado a poucos quilômetros de Santarém, cidade que possui uma forte tradição musical.

É onde vive o violonista Sebastião Tapajós, nascido em Alenquer, e onde nasceu o saudoso Maestro Izoca. Hoje, com 300 mil habitantes, o município possui uma orquestra sinfônica e investe no ensino superior de música também.

“Já vivi profissionalmente de música, como instrumentista, fora do país. Quando retornei, percebi que, embora em minha cidade haja uma larga tradição de música instrumental, faltava um contato maior dos nossos músicos com esse gênero produzido também no resto do país. Isso me motivou a realizar o Tapajazz, como forma de preencher esta lacuna. Em 2020, estamos ampliando nosso intercâmbio”, diz Taré.

 

O produtor, com experiência de mais de 3 décadas na área, resolveu inovar e trazer para para a capital paraense uma mostra do festival, reunindo grandes nomes da música instrumental brasileira que, em maioria, já vem se apresentando nas edições realizadas em Santarém.  

E a ideia de trazer uma mostra do Tapajazz a Belém é exatamente esta de contribuir para esta troca de informação e conteúdos, além de estimular a circulação de artistas locais e nacionais entre as duas cidades, gerando ainda oportunidades de trabalho para profissionais da área, além, claro, de promover a linguagem e formar novas plateias para a música instrumental na região. 

Programação

Canal de Youtube | Facebook Equatorial Energia

Saiba quem entra na live de Belém. Sempre às 19h30. 

QUINTA-FEIRA | Dia 24 de setembro 

Grupo de Conexão

De Macapá (AP).

Alan Gomes

De Macapá (AP)

Tripa – Trio Paraense 

Em Belém 

SEXTA-FEIRA | Dia 25 de setembro

Maurício Maestro (RJ) e Sebastião Tapajós (PA)

Em Belém (PA).

Banda Silibrina

De São Paulo (SP). 

SÁBADO | Dia 26 de setembro

Jardim Percussivo e Toninho Horta

Em Belém

LEIA também: Áudio revela existência de “gabinete do ódio” dentro da Prefeitura de Óbidos; ouça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *