Justiça manda bloquear R$ 100 mil do prefeito de Óbidos  por desvio de recursos do ICMS Verde
Chico Alfaia: bens bloqueados em 100 mil reais

A Justiça determinou o bloqueio dos bens, no valor de até R$ 100 mil, do prefeito de Óbidos (PA), Chico Alfaia (PL), por desvio de recursos do ICMS Verde repassados pelo estado ao município nos anos de 2017 e 2018.

A decisão do juiz Clemilton Salomão de Oliveira, oficializada nesta quarta-feira (25), também atinge o secretário municipal Amarildo Bentes (Orçamento, Planejamento e Finanças).

 

A ação civil pública contra os dois acusados de corrupção (improbidade administrativa) foi ajuizada pelo Ministério Público do Pará (MPPA). É assinada pelo promotor Osvaldino Lima de Sousa.

O magistrado decretou ainda a quebra dos sigilos fiscal e bancário do prefeito e secretário. Clemilton ressaltou que o bloqueio de R$ 100 mil deve ser aplicado sobre o patrimônio dos 2 réus.

“O bloqueio deverá recair sobre o patrimônio deles [Chico Alfaia e Amarildo Bentes], de modo suficiente a garantir o integral ressarcimento do prejuízo ao erário e possível multa sancionatória, sobre os quais deverão incidir correção monetária pela taxa Selic“, detalhou.


Entenda neste vídeo o esquema criminoso de desvio de recursos do ICMS Verde


Nem Alfaia e nem Amarildo foram ainda notificados pela Justiça sobre a decisão de Clemilton Salomão.

Cabe recurso junto ao Tribunal de Justiça do Pará.

Sobre esse caso leia as seguintes matérias produzidas pelo Blog do Jeso:

Entenda o sumiço de mais de R$ 1 milhão de recursos do ICMS Verde em Óbidos; vídeo

Núcleo de Corrupção do MP revela o esquema de desvio de recursos do ICMS Verde de Óbidos

Ministério Público processa prefeito por desvio de mais de R$ 1 milhão do ICMS Verde

ICMS Verde de Óbidos ultrapassa o patamar de R$ 1 milhão no ano

Vereador teme ser vítima da denúncia que fez sobre desvio do ICMS Verde

ICMS Verde e licitação de R$ 10 milhões sob suspeita em Óbidos

— LEIA também: Por corrupção, Ministério Público processa prefeito e 6 assessores da Ascom de Óbidos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *