Ministro do Meio Ambiente entrega celular à PF e diz querer 'colaborar com as investigações'
Veículo da PF estacionado às proximidades do prédio do MMA, em Brasília, na operação Akuanduba. Foto: Divulgação/PF

Sob pressão por se tornar alvo de duas investigações no Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, entregou seu telefone celular à Polícia Federal nesta segunda-feira. Salles foi alvo de busca e apreensão na operação Akuanduba, deflagrada há três semanas, mas na ocasião os investigadores não conseguiram apreender seu aparelho.

De acordo com O Globo, ao entregar o celular, a defesa de Salles informou à PF que ele está à disposição para “colaborar com as investigações”. Os advogados do ministro enviaram uma petição ao ministro do STF Alexandre de Moraes informando sobre a entrega do celular.

 

Na operação Akuanduba, a PF cumpriu busca e apreensão no Ministério do Meio Ambiente e esperava apreender o celular de Salles lá. Como revelou a colunista Bela Megale, o ministro alegou que não estava com o aparelho no momento da busca, por isso o celular acabou não sendo apreendido.

Salles é investigado nessa operação sob suspeita de facilitar a exportação ilegal de madeira do Brasil para os Estados Unidos e Europa. Em um outro caso, sob relatoria da ministra Cármen Lúcia, ele é suspeito de atuar para obstruir as investigações da PF contra desmatamento ilegal na Amazônia.

— LEIA AINDA: Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles troca pela 5ª vez comando da área de proteção do ICMBio

Na semana passada, uma advogada chegou a pedir ao ministro Alexandre de Moraes o afastamento de Salles do cargo. Moraes enviou o processo para a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestar a respeito.

Um dos argumentos apresentados por ela foi justamente a ausência de apreensão do celular, o que poderia caracterizar a obstrução das investigações.

Com informações de O Globo


Assine e participe, comente no canal do Blog do Jeso no Telegram

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

2 Comentários em: Ministro do Meio Ambiente entrega celular à PF e diz querer ‘colaborar com as investigações’

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Jose roberto dos Santos disse:

    Kkkk. Esses bandidos são cara de pau, primeiro se nega a entregar o celular, depois troca o número e após 19 dias diz que quer contribuir com as investigações.

    1. Jeso Carneiro disse:

      Modus operandi de miliciano…rsrsrs