por Sidney Canto

18 de maio de 1835

Neste dia, enquanto o vice-presidente da Província do Pará, Ângelo Custódio Correia, toma o rumo da Vila de Cametá, o reverendo padre Prudêncio José das Mercês Tavares, juiz de Paz daquela vila, começa a organizar a defesa do território cametaense contra os revoltosos cabanos, que iria receber e se tornar sede do “Governo Legal” na Província do Pará.

Leia também:
Cidades voltam a ter nomes indígenas.
Curuai elevada à categoria de “povoação”.
Água encanada para Esperança.
Ministro recebe título de Cidadão de Santarém.
Cabanos desmobilizam a Guarda Nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *