Morte do ator Paulo Gustavo acende alerta para avanço da covid-19 entre jovens
Paulo Gustavo, morte aos 42 anos por complicações da covid-19. Foto: Reprodução

A morte nesta terça-feira (5) do ator e humorista Paulo Gustavo, em decorrência da covid-19, não é caso isolado: levantamentos recentes apontam que a covid tem avançado entre a população mais jovem no Brasil, com aumento de casos e mortes.

Boletins epidemiológicos do Observatório Covid-19 da Fiocruz, publicados em março e abril, mostram que a pandemia “rejuvenesceu” desde o começo de 2021. Entre a primeira semana de janeiro e a de abril, a faixa etária de Paulo Gustavo, entre 40 e 49 anos, e a de 30 a 39 anos apresentaram a maior taxa de crescimento de notificações de covid-19: 1.218%.

 

Considerando toda a população, os casos da doença dispararam 702%. O crescimento também superou a média entre jovens de 20 a 29 anos (741%) e entre adultos de 50 a 59 anos (1.145%).

No mesmo período, o grupo abaixo de 60 anos foi o que registrou maior aumento de óbitos pela covid-19. O destaque foi a faixa etária entre 40 e 49 anos, com número de mortes 881% maior em abril do que na primeira semana de 2021. Adultos entre 50 e 59 anos (877%), jovens entre 20 e 29 anos (873%) e pessoas de 30 a 39 anos (814%) também tiveram taxas muito acima do aumento da média geral observada no período, de 469%.

— LEIA também: Pará atinge a menor taxa de ocupação de UTIs desde o pico da 2ª onda da covid-19

Também foi registrada uma mudança no perfil dos hospitalizados: em março, pessoas com menos de 40 anos se tornaram maioria entre os pacientes com covid-19 em UTIs no Brasil. A faixa etária representou 52,2% dos internados no mês, segundo levantamento da Associação de Medicina Intensiva Brasileira (Amib).

Ainda de acordo com a pesquisa, a admissão de pacientes com até 45 anos de idade em UTIs cresceu 11% entre os períodos de setembro a novembro de 2020 e fevereiro e março de 2021, enquanto a de pessoas acima de 80 anos caiu 27,6%. O levantamento da Amib contempla dados de 20.865 das cerca de 54 mil UTIs no Brasil.

Leia a reportagem completa de O Globo neste link.


Assine e participe, comente no canal do Blog do Jeso no Telegram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *