Adepará vai inspecionar 5 cidades do oeste do PA para detectar praga frutífera
A praga afeta a economia dos municípios. Foto: O Globo

Detectar a ocorrência da praga denominada mosca-da-carambola. Esse é objetivo da Adepará (Agência de Defesa Agropecuária do Pará) em 5 municípios da região oeste do estado: Curuá, Faro, Juruti, Óbidos e Terra Santa. O levantamento deve ocorrer entre 10 e 16 de agosto.

Os técnicos visitarão residências, hidroviárias, embarcações, estabelecimentos comerciais, feiras, órgãos estaduais e federais, escolas e universidades, distribuem material informativo e alertam sobre o risco ao se transportar frutos potencialmente infestados.

 

Apesar do nome, a mosca-da-carambola ataca mais de 30 espécies diferentes de frutas, entre elas a laranja e a tangerina. A presença do inseto afeta diretamente a economia, uma vez que os produtores da região afetada pela praga ficam impedidos de comercializar para outras localidades.

Quando são identificados focos, ocorre a pulverização de iscas tóxicas, com os inseticidas adequados, coleta e destruição dos frutos atacados e controle do trânsito, ou seja, os frutos da região afetada, que são hospedeiros da praga, não podem transitar para o resto do estado.


LEIA também: Prefeita escala 5 advogados, processa blog 3 vezes e pede censura; juiz rejeita pedido


Quem transportar ou vender frutos hospedeiros das regiões com a presença da mosca-da-carambola poderá sofrer penalidades impostas pela Lei Estadual nº 7.392/2010, que prevê a apreensão e destruição das frutas e multa para quem as transporta ou comercializa. 

De acordo com a Adepará, o oeste do Pará completou 7 anos sem registro de casos da mosca da carambola.

Ações de levantamento sobre a incidência da praga na área são feitas com frequência por conta da proximidade com o Amapá, que ainda figura entre os estados com maior índice.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Adepará vai inspecionar 5 cidades do oeste do PA para detectar praga frutífera

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Carlos disse:

    E as demais moscas-de-frutas que comprometem grande parte da produção frutífera dos quintais e dos pequenos e médios produtores rurais do Estado do Pará , quem se encarrega de orientar e controlar tais pragas que inviabilizam a comercialização de grande parte das nossas frutíferas !!!