audiência, São Luiz do Tapajós, usina hidrelétrica

O MPF (Ministério Público Federal) publicou ontem, 12, edital com convite a todos os cidadãos de Santarém e região oeste do Pará para participação em audiência pública sobre irregularidades e possíveis impactos da hidrelétrica de São Luiz do Tapajós, que o governo federal pretende instalar no rio Tapajós.

Leia também – Eu recomendo. Usina de Belo Monte ameaça 50 espécies de peixes únicas no planeta.

A audiência será realizada no próximo dia 29, a partir das 14 horas, no auditório da (Aces Associação Comercial e Empresarial de Santarém).

Com o evento, o MPF pretende estimular o compartilhamento de dados úteis para que sociedade regional possa conhecer mais aprofundadamente o projeto, suas irregularidades e consequências.

A programação da audiência pública prevê a apresentação de detalhes sobre o processo judicial por irregularidades no licenciamento ambiental e investigações do MPF sobre o projeto.

Em seguida cientistas e outros especialistas apresentarão as principais falhas e omissões nos estudos ambientais.

Também serão discutidos os principais impactos sociais, ambientais, econômicos e turísticos decorrentes deste tipo de empreendimento.

Pesquisadores e representantes do MPF também apresentarão as irregularidades encontradas durante o planejamento e instalação da usina hidrelétrica de Belo Monte, em Altamira, e a possibilidade de reincidência do mesmo tipo de ilegalidade no Tapajós.

Especialistas também debaterão a realidade energética brasileira.

O público-alvo da audiência é toda a sociedade de Santarém e região, movimentos sociais, organizações indígenas e de povos tradicionais, universitários, dentre outros.

Também serão convidados representantes do Ministério de Minas e Energia (MME), do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), da Fundação Nacional do Índio (Funai), da Centrais Elétricas do Brasil (Eletrobrás), das prefeituras de Santarém, Belterra, Aveiro e Itaituba, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), do Poder Legislativo (federal, estadual e municipais) e do Poder Judiciário federal (Santarém e Itaituba).

Fonte: MPF do Pará

  • 2K
    Shares

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

4 Comentários em: Audiência vai debater impactos ambientais de hidrelétrica no rio Tapajós

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Francisco Rafael da Silva disse:

    Já começou errado esse encontro, pois o público alvo é Itaituba, Jacareacanga, Trairão, Novo Progresso e não Santarém. Procurem o município sede que é o correto, lamento…

  • Renata disse:

    Creio que transmissão pela internet é algo importantíssimo, uma vez que nem todos poderão participar da audiência e esse tema precisa ser divulgado e acompanhado amplamente.

  • Denis disse:

    Terá transmissão pela internet? Creio que um assunto de tamanha importância poderia ser divulgado para toda a sociedade.

  • Ney Conceição disse:

    Meu nome é Ney conceição, sou musico profissional quero muito participar desta audiência, podem publicar meu nome, não tenho problema com isso.
    Meu endereço de e mail é: neyconceicao@neyconceicao.com