Publicado em por em Oeste do Pará, povos indígenas

O MPF (Ministério Público Federal) arquivou o inquérito que apurava suposta exploração sexual de menores indígenas e incentivo de consumo de bebidas alcoólicas, incentivado por servidor da Funai (Fundação Nacional do Índio) na região oeste do Pará. A inexistência de indícios da prática do crime, detalhado em relatório por um analista pericial em Antropologia, foi […]

O MPF (Ministério Público Federal) arquivou o inquérito que apurava suposta exploração sexual de menores indígenas e incentivo de consumo de bebidas alcoólicas, incentivado por servidor da Funai (Fundação Nacional do Índio) na região oeste do Pará.

A inexistência de indícios da prática do crime, detalhado em relatório por um analista pericial em Antropologia, foi determinante para esse desfecho.

Leia também:
Justiça proíbe novos assentamentos no Pará.


Publicado por:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.