Candidatura feminista: Ianne Monteiro, liderança do Laguinho. Por Regiane Monteiro
Ianne Monteiro, liderança feminina do bairro do Laguinho. Foto montagem BJ/Arquivo pessoal de Ianne Monteiro

Dando prosseguimento às matérias sobre as mulheres santarenas na política, hoje será a vez da Ianne Monteiro, pré-candidata pelo Podemos.

A história da Ianne se confunde com o bairro do Laguinho. Ela nasceu e cresceu no bairro pelo qual ela luta desde sempre.

Tomava banho quando criança na extinta praia da Vera Paz, que hoje apenas temos boas lembranças. Estudou nas escolas públicas Nossa Senhora de Fátima e Pedro Álvares Cabral.

Regiane *

Desde a época do ensino médio já nascia nessa menina um tipo de liderança, algo já lhe dizia que seria uma líder mais cedo ou mais tarde. No colegial, já se destacava como uma aluna que não tinha medo de questionar, de apresentar trabalhos, buscava respostas para tudo, não apenas para questões restritas aos estudos acadêmicos.

Ianne ingressou através de bolsa de estudos no Iespes, se formou em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, além de estar cursando uma pós em Marketing Digital e Mídias Sociais pela Unama.

Essa querida de 39 anos também é mãe de dois filhos, é esposa, é locutora em uma rádio local, na qual tem um programa matinal chamado Expresso da Manhã. É também costureira.

Como eu disse no início, a sua história se confunde com o bairro do Laguinho, local onde ela é uma liderança muito querida e amada por todos.

Está sempre na luta pela melhoria de sua comunidade, atende os anseios dos moradores, busca projetos para beneficiar o local onde mora com sua família.

 

Com Ianne não tem tempo ruim, é gente como a gente, se desdobra em suas funções, está sempre com um sorriso no rosto, acolhe a todos que buscam por uma palavra amiga.

Ela também é mestre de cerimônias e recreadora no Sesc. Ufa, que mulher é essa minha gente!

Ianne é muito envolvida na sua comunidade, sempre presente nas festividades da Igreja de Santo Antônio. Conseguiu trazer as ações do Sesc para a população de seu bairro, corre atrás de eventos culturais que os beneficiem, como o Lual da Vera Paz, que ocorreu no bosque de mesmo nome.

Já até comandou o show de calouros na festa do padroeiro, fazendo parte da coordenação da festa, do conselho pastoral, enfim, não tem medo de pôr a mão na massa!

Como vocês podem observar, a gente se identifica com essa mulher, é alguém que gostaríamos de ter por perto, de ser amiga, de conversar.

Para ela, as mulheres ainda não descobriram o seu potencial, o seu poder, ainda falta confiança para a classe feminina.

Ianne também não nega que essa sociedade extremamente patriarcal e machista contribui para que estejamos tão fora dos espaços de decisão e poder, além da falta de confiança em nós mesmas.

Mas ela pretende mudar essa visão. Disse que gostaria que tomássemos nosso lugar de fala, pois ela garante que todas as instituições, locais e lugares que são lideradas por mulheres, o resultado é muito mais amor, solidariedade, aconchego, amizade e carinho. Para ela, onde as mulheres estão têm mais amor, respeito e empatia, qualidades que só trazem benefícios para qualquer ambiente.

Ela fez questão de frisar que seu marido tem uma enorme contribuição nessa líder que ela se tornou. Ele viu nela um potencial que ela ainda não havia percebido, e juntos formam uma ótima pareceria de trabalho. Ele apoia seu engajamento, está sempre com ela nos eventos comunitários e incentiva sua pré-candidatura como vereadora. Que bom saber disso!

Ianne foi procurada por vários partidos, mas se decidiu pelo Podemos.

A legenda do Podemos se inspira em partidos europeus como o Podemos espanhol, o Cinco Estrelas italiano e o EM Marche francês, que elegeu Emmanuel Macron como presidente na França.

Tem como presidente nacional Renata Abreu, deputada federal por São Paulo, única mulher no Colégio de Líderes da Câmara Federal.

Conta com 11 Senadores de 81 eleitos, 11 deputados federais de 513 eleitos, nenhum governador, e 22 deputados estaduais de 1.024 eleitos.

 

Foi fundado em 1995 como Partido Trabalhista Nacional ( PTN ), e em 2017 mudou seu nome para Podemos. Lançou nas últimas eleições presidenciais o ex- tucano Álvaro Dias e hoje é a legenda mais fiel à Bolsonaro nas votações da Câmara dos Deputados, segundo o site Congresso em Foco.

O partido afirma que a inspiração para o seu nome tem a ver com o slogan da campanha de Barack Obama à presidência dos EUA, “yes, we can” ( “sim, nós podemos”).

Em Santarém, conseguiram eleger dois vereadores, mas um deixou a sigla, e apenas restou o vereador Jardel Guimarães, que também é presidente municipal do partido.

Segundo a Ianne, seu presidente é um homem acolhedor, tiveram conversas proveitosas e ela se tornou presidente do Podemos Mulher, que inclusive era uma de suas exigências para compor a sigla, ter um cargo que pudesse desenvolver suas habilidades de liderança.

Dentro do Podemos, ela não se deparou com machismo, é respeitada e foi só elogios para o seu presidente. Mas isso não significa que ela não tenha encontrado situações machistas fora de sua legenda.

Essa mulher tem uma linda história que se entrelaça ao bairro do Laguinho, sua comunidade que tanto ama e luta por melhorias.

Ela acha que temos uma missão aqui na terra, algum tipo de pré-destinação.

Desde 2007, quando participou de um programa federal chamado “Esporte e Lazer” percebeu que poderia ir além. Nessa mesma época, entendeu que só na política e através dela é que decisões são tomadas, que era nesse meio que as coisas realmente funcionavam de verdade e a semente foi plantada dentro dela.

 

De lá pra cá, essa mulher amadureceu em todos os sentidos, suas lutas continuaram e ela decidiu que poderia fazer mais se candidatando a vereadora pelo nosso município.

Ianne quer continuar levantando a bandeira do seu bairro, dos comunitários, dos ribeirinhos, dos pescadores, dos grupos culturais, dos comerciários, dos projetos sociais de esporte e lazer, e principalmente de nós mulheres, as quais não têm nem um por cento de representação na Câmara de Santarém.

Ianne Monteiro é santarena, mãe, esposa, costureira, mestre de cerimônias, recreadora, locutora, filha, neta, amiga e gente como a gente.

Eu, e o Blog do Jeso desejamos todo o sucesso para essa mulher tão corajosa e destemida.


* Regiane Pimentel é bacharel em direito, feminista e ativista social. Reside em Santarém (PA). Escreve no blog sobre feminismo.

LEIA também de Regiane Pimentel: Lugar de mulher também é na política.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Candidatura feminista: Ianne Monteiro, liderança do Laguinho. Por Regiane Pimentel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • IANNE MONTEIRO FERREIRA disse:

    Que massa poder mostrar para a sociedade um pouco de nossa história. Nós mulheres temos muito a contribuir, colaborar e melhorar em nossa sociedade. Obrigada Jeso e Minha querida amiga, Regiane Pimentel, por um artigo que me fez ler e reviver cada momento aqui contado nestas linhas publicadas!!!