Começa a pavimentação da rodovia que liga as regiões do Xingu e Tapajós, a PA-370
Eraldo Pimenta, ao lado do governador Helder Barbalho, assina oficialmente o início dos serviços de pavimentação da PA-370. Foto: Divulgação/Eraldo Pimenta

Obra a ser bancada pelo tesouro estadual, a pavimentação da rodovia que interliga os polos do Tapajós (Santarém) e Xingu (Uruará), a PA-370 começou a virar realidade no último dia 10 com o anúncio do serviço pelo governador Helder Barbalho.

O asfaltamento da Transuruará, como é mais conhecida a PA, simboliza o coroamento de uma luta iniciada há cerca de 4 décadas, tendo o então prefeito Eraldo Pimenta, de Uruará, um dos responsáveis pela concretização desse sonho.

 

“Ela mudará para sempre, e para melhor, definitivamente, o perfil sócio econômico de toda região, consolidando a presença do Estado no oeste e sudoeste do Pará, como nenhum outro governador fez”, explica, entusiasmado, Eraldo Pimenta, hoje deputado estadual no segundo mandato.

“Em 2022, os quatro trechos que receberão asfalto, dois dos quais já foram licitados, serão concluídos e a obra entregue à população”, adiantou o parlamentar.

As digitais deles, aliás, estão presentes em vários trechos da PA-370. Foi Eraldo Pimental, por exemplo, que construiu uma das duas pontes existentes ao longo da rodovia – a sobre o rio Tutui, com 55 metros de extensão e inaugurada há 12 anos. Na época, ele era prefeito de Uruará.

Agora, como deputado estadual, a rodovia irá receber a tão sonhada pavimentação asfáltica.

“Trata-se de uma rodovia da integração entre a região do Baixo Amazonas/Tapajós e o Xingu, com redução de trajeto entre Santarém e Uruará em 170 quilômetros. Abrindo um leque vasto de oportunidades econômicas entre essas duas regiões nas áreas do turismo, exportação, produção agrícola, entre outros setores da economia”, ressalta Eraldo Pimenta.

Para o deputado, a pavimentação da PA-370 irá provocar, por tabela, uma pressão positiva das forças políticas da região sobre o governo federal no sentido dele iniciar o serviço de asfaltamento no trecho entre Uruará e Medicilândia, na Transamazônica.

“Com esses 100 quilômetros de asfalto entre as duas cidades, se fechará, aí sim, o modal da integração terrestre entre o Xingu e o Tapajós”, explica o emedebista.

Raio-X da obra

Transuruará (PA-370)

• Primeiro trecho a ser asfaltado é de 38 km, da BR-230 (Transamazônica), em Uruará, até o Km 38 da PA-370.

• O investimento do Governo do Pará neste primeiro trecho será de R$ 54.4772.792,98.

• Engeterra Construções e Terraplanagem foi quem ganhou a licitação para pavimentação do primeiro trecho.

• A pavimentação obedecerá a legislação vigente, ou seja, terá 10 metros de largura, sendo 7 de eixo e mais 1,5 km em cada margem, para servir como acostamento.

LEIA também: Helder inaugura em Rurópolis a 128ª agência do Banpará no estado

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Começa a pavimentação da rodovia que liga as regiões do Xingu e Tapajós, a PA-370

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *