"Governo não é contra o Ficha Limpa"

Publicado em por em Política

Da Agência Brasil:

O ministro das Relações Institucionais da Presidência da República, Alexandre Padilha, negou hoje (18), em entrevista, que o governo esteja se esquivando em relação à análise do Projeto Ficha Limpa pelo Senado.

A proposta, que proíbe a participação, nas eleições, de candidatos que tenham problemas com a Justiça, foi aprovada pela Câmara dos Deputados.

Uma prova de que não há resistência por parte do Palácio do Planalto, segundo ele, é que as lideranças do governo trabalham pela “limpeza da pauta” do Senado, procurando fazer o encaminhamento das medidas provisórias que estão trancando a pauta, como é o caso das emendas ligadas à exploração de petróleo na camada pré-sal.

Para o ministro, o marco regulatório em torno da distribuição de royalties, sobre a exploração, aos estados e municípios, deve ser discutido depois das eleições de outubro.

“Não podemos disputar o pirão antes de pescar o peixe”, disse Padilha. Para ele, as regras devem ser fixadas primeiro para se fazer uma distribuição justa.

O ministro participou, hoje, da abertura da 13ª Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, conhecida como Marcha dos Prefeitos. Padilha disse aos prefeitos que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva “aprendeu a dialogar” no seu próprio contato com eles.

Por isso, de acordo com ele, Lula é, hoje, um líder mundial que mantém interlocução com governos em questões polêmicas, “em situações em que nenhum outro presidente se habilitou”, disse, referindo-se à mediação que o presidente fez com o Irã na questão da exploração da energia nuclear por aquele país, questionada por diversos países.


Publicado por:

3 Comentários em "Governo não é contra o Ficha Limpa"

  • Legal seria se também ,fosse aprovada para o oeste do do estado um Projeto para apurar o sumiço do Programa “TABAJARA”.

  • OCULISSIMO

    Vou repetir só para você continuar ligado.
    O seu partido, o PSDB é um partido pernicioso ao país. É aquele que depois do ex PFL, usa os piores métodos.
    PSDB e PFL ocupam, respectivamente, o primeiro e o terceiro lugar entre os partidos com mais casos de corrupção que resultaram em cessações pela Justiça Eleitoral, enquanto o PT é o lanterninha nesse “Ranking” repugnante.

    É por isso que o projeto vai ser aprovado.

    Tiberio Alloggio

  • O governo do PT e claramente contra o projeto. Constata-se nas declarações no meio político do líder governista no Senado, o Senador Romero “ Sudam” Jucá que insistentemente tenta a todo custo postergar a votação da matéria no Senado.
    Inventa-se tudo, desde erros formais no texto até o uso de fatos políticos – eleição – para não votar a matéria.
    Ocorre que, diante da pressão da sociedade civil organizada com apoio incondicional da imprensa nacional, o referido projeto certamente será votado em breve, ainda que manobras capciosas do governo federal tentem barrar a tão esperada votação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *