Prefeitura de Santarém pede à Justiça suspensão de voos da Azul oriundos de Manaus

A Prefeitura de Santarém, oeste do Pará, protocolou nesta terça-feira (21) processo na Justiça Federal, com pedido de liminar (decisão urgente), para suspender os voos da Companhia Azul Linhas Aéreas, que pretende operar com voos oriundos de Manaus, no Amazonas.

O estado amazonense vive um colapso em sua rede pública de saúde em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

 

No mérito da ação, a prefeitura pede ainda que a Infraero impeça qualquer atividade de voos de todas as companhias que atuam no aeroporto Maestro Wilson Fonseca.

Até ontem (20), segundo o Ministério da Saúde, o Amazonas somava 2.160 casos confirmados de covid-19 e 185 óbitos. A taxa de letalidade do estado chegou a 8,6%, equivalente a do Rio de Janeiro e um pouco abaixo a de Pernambuco (8,7%).

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, os infectados na região Norte ultrapassaram os 4 mil (exatos 4.109), o que corresponde a 10% dos contaminados em todo o pais. O Sudeste lidera com mais da metade dos casos (53,8%).

Com informações da Agência Santarém e Ministério da Saúde

LEIA também: Santarém contabiliza 29 casos de covid-19, dos quais 5 resultaram em morte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *