Renovação de prefeitos no Pará foi maior no Sudoeste e Baixo Amazonas

por Dornélio Silva (*)

Analisando o resultado das eleições deste ano no Pará pelas seis mesorregiões, identificamos que a Metropolitana de Belém revelou-se como a mais conservadora.

A taxa de renovação dos prefeitos foi de 45%.

Nas mesorregiões do Sudoeste (taxa de 86%) e Baixo Amazonas (80%) foram as que tiveram as mais altas taxas de renovação de prefeitos.

Nordeste renovou 73%; Sudeste, 59%, e Marajó, 69%.

A Metropolitana representa 32% do eleitorado do Pará; enquanto que a Sudoeste representa apenas 6% e Baixo Amazonas 10%.

Dificuldades para o PMDB

O PSDB fez três prefeituras na Metropolitana, saindo vitorioso nas duas maiores, Belém e Ananindeua.

O PMDB, o PSC e o DEM fizeram duas prefeituras cada partido. PSD e PPS fizeram apenas uma prefeitura cada na mesorregião metropolitana.

Os dados dessa eleição, analisados por esse ponto de vista, indicam uma prévia de 2018: dificuldades para o PMDB.

MESORREGIÃO TAXA DE RENOVAÇÃO
Baixo amazonas 80%
Marajó 69%
Metropolitana 45%
Nordeste 73%
Sudeste 59%
Sudoeste 86%

– – – – – – – – – – – – – – – – –

* É diretor-executivo da Doxa Comunicação.

  • 2
    Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *