Monstrengo da orla
O letreiro liberado por Daniel Simões. Foto: Nilson Vieira

Tachado como “monumento de mau gosto” pelo advogado João Alho Neto, em artigo publicado neste blog, o letreiro gigante e de concreto armado (Eu Amo Santarém) erguido na orla de Santarém, oeste do Pará, é licenciado pela Seminfra (Secretaria Municipal de Infraestrutura).

“A equipe de fiscalização liberou previamente a construção”, disse a secretaria em resposta a questionamento feito pelo blog nesta terça-feira.

A Seminfra, sob o comando do engenheiro Daniel Simões, contesta o argumento de que a obra fere lei municipal, dificulta a livre circulação de pessoas na área em frente ao Terminal Fluvial Turístico e não combina com o paisagismo do local.

 

“Não há obstrução panorâmica e não está em desacordo com o Código de Postura do município, nº 19.207/2012” contradisse a Seminfra.

Abaixo os questionamentos do blog e as devidas respostas da secretaria.

monstrengo da orla - Seminfra
Daniel-Simões
Daniel Simões, titular da Seminfra
  • 211
    Shares

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

5 Comentários em: Seminfra diz que liberou letreiro de ‘mau gosto’, e que obra não fere Código de Postura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Lourdes disse:

    Olhando a foto, não gostei. Ficou estranho.
    Talvez mude de opinião, caso o veja in loco.

  • José Francisco Guimarães Corrêa disse:

    Então vou peticionar a Seminfra autorizar outros letreiros:
    SANTARÉM DO MEU AMOR, em frente o trevo da calcinha;
    SANTARÉM TERRA QUERIDA, em frente a Catedral N S da Conceição
    SANTARÉM, I LOVE YOU, na Praça Tiradentes, em homenagem aos confederados.

  • Neviton Ribeiro disse:

    Mais ridículo ainda é um comercial em um bem público teoricamente “turístico” independente de patrocínio ou não. Nada contra o empresário, mais é uma falta de respeito com a população isso.

  • j0rge moraes disse:

    a várzea city é uma bosta e o letreiro lhe cai como uma luva !!!! de bosta é claro !!!!

  • Marcelo disse:

    Raspando a marca ridícula do cara que financiou a obra !!!!! O resto tá bom