Professora grávida pega covid-19 em hospital de Santarém e morre aos 29 anos
Nilciane estava grávida. Era professora de escola particular em Santarém. Foto: Arquivo familiar

Uma jovem professora grávida que estava em tratamento por pré-eclâmpsia em um hospital público de Santarém (PA) faleceu na madrugada desta quinta-feira (11) em decorrência de complicações da covid-19. Ela foi infectada pelo vírus dentro da unidade de saúde.

Nilciane Figueiredo Lisboa, 29 anos, lecionava em uma escola particular na cidade. O sepultamento dela foi realizado na tarde de ontem, por volta das 16h, no cemitério no Mararu, na rodovia Santarém-Curuá-Una.

 

De acordo com Semsa (Secretaria Municipal de Saúde), Santarém acrescentou nesta quinta 6 novos óbitos na estatística da pandemia no município. O total de mortos pela doença chegou a 712. “Outros 10 estão sendo investigados”, ressaltou a secretaria. O total de infectados somam agora 15.962.

Grávida, a professora procurou o HMS (Hospital Municipal de Santarém) por se sentir “muito inchada”. Submetida a exames na Casa da Mulher, constataram que ela estava com pré-emclâpsia. Foi internada.

Pelo fato de ter seu estado de saúde agravado, foi submetida às pressas a uma cesária. Nasceu, então, Josias – cujo significado é “aquele que Deus salva”.

— LEIA também: Dona de rádio e TV em Santarém morre devido complicações da covid-19; tinha 67 anos

Depois do parto, fez novos exames por ter tido um desmaio, e verificou-se que estava com 70% do pulmão comprometido devido a covid-19. Imediatamente levaram-na para UPA 24h, onde iniciou tratamento contra a infecção pelo vírus Sars-Cov-2. Lá, não obteve melhoras. Foi então transferida para UTI do Hospital Regional do Baixo Amazonas.

No Regional, apesar de todo esforço médico, não resistiu e faleceu na madrugada de quinta-feira (11), por volta das 2h da manhã – 21 dias depois de iniciar o seu calvário e ter percorrido 3 hospitais.

Bebê prematuro, Josias já deixou a incubadora do hospital. Hoje, desfruta da companhia dos familiares de sua mãe. Que só conseguiu registrar o filho nos seus olhos uma única vez.

No Centro Educacional Ângelus, ficou estampada em mural uma foto da professora em que ensina subtração aos seus alunos. Nilciane Lisboa é mais uma vida subtraída pela pandemia que devora o país.

Nilciane, mais uma vida subtraída pela covid-19 em Santarém. Foto: Reprodução

📹 Assine o canal do Blog do Jeso no Youtube, e assista a dezenas e dezenas de vídeos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *