Ameaça de morte vira BO; trama envolve vereador, oficial de justiça e blogueiro

Publicado em por em Santarém, Segurança Pública

Ameaça de morte vira BO; trama envolve vereador, oficial de justiça e blogueiro
16ª DP, onde o BO foi registrado nesta semana por Braga do Povo. Foto: Reprodução

Um BO (Boletim de Ocorrência) por ameaça de morte foi registrado nesta semana na 16ª DP (Delegacia de Polícia) de Santarém (PA). A denúncia chama atenção por envolver vereador, blogueiro, oficial de justiça e empresário.

O registro de ameaça foi feito na manhã de terça-feira (14). O JC teve acesso à cópia do documento.

O assessor parlamentar da Câmara de Vereadores e bacharel em direito Rubiney de Miranda Braga, o Braga do Povo, foi quem fez o BO.

Estão envolvidos na trama, além da vítima, o blogueiro Ednei Ferreira, o empresário conhecido como Ivo da Pousada e sua esposa, Nelma Miranda, oficial de justiça, além do vereador Didi Feleol (PP).

À polícia, na figura do delegado Luiz Augusto Paixão, Braga do Povo se disse preocupado não só com a sua integridade física, como também de sua esposa e filha, temendo “assim pela sua vida”.

Eis a íntegra, ipsi literi, do BO de ameaça.

“Que o relator [Braga do Povo], acima qualificado, informa que, no dia 13/11/2023, por volta 18h14min, o vereador da cidade de Santarém/Pa, conhecido como DIDI FELEOL, ligou para o relator perguntando onde o mesmo estava, tendo mesmo dito que estava no bairro da matinha, momento que DIDI falou que tinha alguém querendo falar com o relator, em ato continuo outra pessoa se apresenta como IVO DA POUSADA, acusando o relator de ter informado ao BLOG do EDNEI FERREIRA que a esposa dele teria pego uma multa da SEMMA, no valor de R$ 250.000,00 (duzentos e cinquenta mil reais), e que IVO perguntou onde o relator estava, pois iria mostrar que era homem e que iria atrás do blogueiro e que onde entrasse o blogueiro iria acabar com a vida do mesmo e do relator.

QUE, o relator, através da ligação, ouviu vozes onde uma mulher se intitulou como Delegada de Policia e que ameaçou o relator que iria acabar com a vida do relator, que seu nome não poderia esta em blog.

QUE, o relator esclarece que não mandou publicação nenhuma para o blog. logo, também, desconhece quem mandou tal reportagem para o blog.

QUE, IVO dizia que nem que fosse até o cemitério desenterra o vereador que havia morrido, AGUINALDO PROMISSÓRIO, para esclarecer o assunto dessa multa, QUE, no dia 14/11/2023, por volta das 11h, encontrou IVO e sua esposa, NELMA MIRANDA, a qual agora so identificou como Oficial de Justica, na sala de ocorrência, novamente ameaçaram o relator.

QUE, o relator estar preocupado com a integridade física de sua filha e esposa, devido às ameaças, pois não sabe o que realmente aconteceu, temendo, assim, pela sua vida.

Contraponto

Ainda neste quinta-feira (16), após a repercussão da matéria, o vereador Didi Feleol (PP) e o empresário Ivo Oliveira, o Ivo da Pousada, se manifestaram sobre o caso.

No dia seguinte (17), o blogueiro Edinei Ferreira também se posicionou.

O JC publica, na íntegra, o contraponto dos 3. Leia.

Ivo Oliveira:

Em Resposta ao teor da publicação neste BLOG, onde se alega que uma “BOLETIM DE OCORRÊNCIA DE AMEAÇA DE MORTE” foi registrado, meu nome (“Ivo da Pousada”) foi mencionado e de minha esposa, assim como o de um Vereador, um blogueiro e um Assessor parlamentar; Venho a público esclarecer a VERDADE, até por uma questão moral e ética, para a sociedade santarena saber quem é de mentira e quem é de verdade, porque assim são as atitudes de gente séria, que trabalha e emprega, que paga suas contas e não defende mentiras porque não precisa viver disso.

Ocorre que no dia 13 de novembro, estávamos eu e minha esposa, Oficial de Justiça, trabalhando, vivendo nossa vida normal, como todo mundo que se preze faz, com problemas reais para tocar e no meio da tarde, “do nada” chega ao nosso conhecimento uma postagem de um tal blog que nunca tínhamos ouvido falar, assinado por um tal de EDINEI FERREIRA, cujo texto se dirigia à minha esposa como se ela fizesse parte de um esquema envolvendo grilagem de terra, máfia de multas ambientais e coisas do tipo, com um texto ridículo, mentiroso, inconsequente e irresponsável, como aquele blog costuma fazer imagino eu.

Minutos depois amigos começaram a entrar em contato e inclusive foram até nossa casa, consternados com a situação. A essa altura minha esposa já estava sendo caluniada e difamada nas redes sociais, por esse absurdo.

Tenho a noção de qual a origem e quais os porquês de terem relacionado o nome dela a um terreno naquela região, com a maior maldade possível nas palavras do blogueiro, claramente mal intencionadas, mas esse é um assunto à parte, que será tratado pela Justiça, mas faço questão de expor a nossa sociedade que sei bem o que pretendem e as (más) intenções, que acabaram por dar origem àquela postagem do tal EDINEI.

No ensejo de ajudar e buscar entendimento quanto ao absurdo envolvendo o nome de minha esposa, amigos foram até nossa casa e tiveram acesso a informações que claramente mostravam quem falou o tal DINEI, mandando-o publicar aquela mentira. Se trata do cidadão conhecido como “BRAGA DO POVO”, que até então nunca tinha ouvido falar, tampouco tinha alguma importância para nós, como continua sendo insignificante.

Tendo essa informação em mãos, em áudios e prints, para ser bem exato, obtive o número desse ser repugnante que teve a cara de pau de fazer isso contra minha esposa, liguei pelo meu telefone por duas ocasiões, para conversar com ele e esclarecer que deveria providenciar a retirada da tal postagem, do mesmo modo como ele o teria pedido para publicar, ou seja, que ordenasse ao EDINEI que retirasse aquilo do ar, assim como fez colocar ali.

Não atendendo minhas ligações, fui até o local onde ele provavelmente estaria, para conversar pessoalmente, eu e minha esposa fomos até a frente da Câmara Municipal e novamente o cidadão não atendeu ligações de nenhuma pessoa que ali estava, tentando ajudar inclusive algumas pessoas tentaram ligações para ele, porque não havia nada demais em eu querer conversar com a tal pessoa. O objetivo da conversa era apenas isso.

Em dado momento apareceu uma pessoa, oferecendo ajuda e disse que se ligasse poderia ver onde BRAGA estaria e ajudar no momento. Assim o fez, pegou seu telefone, discou, falou que o Ivo estava ali e queria fala com ele. Me emprestou o telefone já com o BRAGA em linha e conversei com ele, como queria ter feito.

A participação da tal pessoa que tentou ajudar foi essa, ele me emprestou o telefone, conversei com o BRAGA por cerca de 5 minutos e devolvi o telefone e eu nem perguntei seu nome, tampouco sabia quem era aquele cidadão que apenas me ajudou no momento casualmente, ainda na frente da Câmara, do lado de fora mesmo, sem qualquer relação de trabalho ou vinculado ao cargo que ocupa, uma vez que nem seu nome eu sabia.

Somente mais tarde fomos saber que aquela tal pessoa era um VEREADOR de nome DIDI, o qual não conheço, não sei da história, como continuo sem saber nada sobre.

Na ligação que houve, única ligação telefônica, falei calmamente e de forma bem clara, que ele não deveria fazer aquilo, pedi para que ele mandasse o blogueiro EDINEI retirar aquilo do ar e que tinha em mãos áudio dele (BRAGA), inclusive falando de mim e de minha esposa, chamando de “grileiros, invasores”, entre outros e que sabia quem éramos nós e que isso não ia ficar assim, sempre com sarcasmo e ironia.

Em nenhum momento falei nada além, sequer um xingamento houve, nem ameaça, nem calúnia a tal pessoa, tendo o tempo inteiro apenas pedindo uma providência para retirada da postagem ou que o blogueiro EDINEI se retratasse. Cheguei a pedir que ele dissesse quem mandou o EDINEI fazer aquilo, já que não teria sido ele, porque nos áudios e prints que temos mostrava claramente o envolvimento do BRAGA.

Reforço que esses 5 minutos de conversa ocorreram na frente da Câmara, tendo pessoas ali perto ouvindo meu tom de voz, que nunca foi exaltado, nem agressivo, nem nada do tipo, sabem que foi apenas uma conversa. O próprio dono do telefone estava conversando ali próximo com cerca de 4 pessoas, todas no mesmo tempo em que fiquei nessa ligação, apenas com o intuito de pedir que tirasse a postagem mentirosa do ar.

Dizer que houve AMEAÇA ali é uma afronta, uma aberração, algo muito mais grave do que a simples MENTIRA que por si só já denota, portanto existem provas, pessoas que viram e mais argumentos que mostram que não fiz nada de errado, e mais ainda, existe um homem de caráter, que não precisaria de nada disso.

Essa MENTIRA inventada pelo BRAGA sobre AMEAÇA, inclusive AMEAÇA DE MORTE, é muito grave, passível de se observar que MENTIU PARA A POLÍCIA, ao registrar um Boletim de Ocorrência, e insiste nas mentiras em torno dessa, a ponto de nesse ato, em 16 de novembro, ter mentido ao Blog do Jeso Carneiro e todo o público que o acompanha.

Dentre as MENTIRAS E ABERRAÇÕES, o BRAGA menciona o nome de VEREADORES, o que nunca veio ao caso, nem cogitados foram na situação, porque simplesmente não tem nada a ver com o fato em questão, que se restringiu apenas a isso que descrevo aqui, numa ligação de apenas cerca de 5 minutos, como dito.

No dia 14 de novembro, um dia após a postagem que nos pegou de surpresa, fomos registrar um Boletim de Ocorrência contra o fato criminoso que aconteceu, na postagem em si do tal EDINEI, com envolvimento do BRAGA, conforme todos os prints e áudios que tínhamos em mãos. No nosso BO registrado, não há nenhum texto inconsequente, nem acusação falsa, nem mentira, nem citação de nomes de terceiros como forma de prejudicar ou tirar o foco, enfim, há apenas uma acusação do que foi feito ali para que a Polícia apure e tome providências.

De lá saímos inclusive com uma audiência marcada para o dia 27 de novembro, assinada por mim e lá estarei nessa data, supondo que ele também tenha sido intimado para prestar suas declarações sob o compromisso de falar a verdade e provar o que diz. Eu me garanto com a verdade.

Ainda na manhã em que estávamos registrando o Boletim de Ocorrência, o BRAGA DO POVO apareceu na Delegacia e tomou um susto quando viu que já estávamos lá, antes dele, creio que ele não esperava que fôssemos levar isso adiante, dentro da lei. Minutos depois ele foi até a sala onde emitem as intimações, onde estava minha esposa aguardando, enquanto eu tinha ido ao banheiro. Em instantes voltei e me deparei com a presença dele ali, outros cidadãos também esperando atendimento e os policiais trabalhando.

Nesse momento falei “Braga, para com isso, para que ficar mentindo, somos pessoas de bem, pra quê isso?” e se iniciou ali uma discussão, quando o advogado dele apareceu na sala mandando eu calar a boca. Falei para o advogado: “Amigo, sou o Ivo, prazer em conhecer o senhor que não se apresentou, estou apenas falando num tom calmo, em tom de conversa como sempre fiz, com um cidadão que me causou um mal, mas tratando com educação e coerência”, uma vez que não sabia quem era aquele homem, nem se era advogado, nem se o BRAGA era seu cliente, mas deixando claro novamente que se tratou de uma conversa normal, dentro de uma delegacia, com servidores ali vendo que não houve nada demais, cidadãos comuns vendo tudo.

Resumindo, NUNCA, em hipótese alguma, HOUVE AMEAÇA nem nada que mencione a ideia, que venha a dar margem a isso, nem que tenha parecido uma ameaça. Finalizando meu relato, hoje, dia 16 de novembro, novamente fomos surpreendidos com a matéria publicada com base no BO mentiroso registrado pelo Braga, acusando a AMEAÇA DE MORTE, motivo pelo qual exponho aqui minhas palavras, todas verídicas e comprováveis.

Ressalto a necessidade que temos nos dias de hoje em primar pela verdade! Há uma necessidade de nossa sociedade expurgar gente mentirosa, gente oportunista, que faz mal gratuitamente por meio de fake news, por acusação falsa de crime, por fofoca ou qualquer coisa do tipo, para se dar bem, para atrair atenção ou buscar algum tipo de benefício que atenda a seus interesses pessoais; Deixo aqui meu relato, servindo para reflexão de todos nesse sentido, de cada um de nós que tem caráter busque sempre o caminho da verdade, porque somente assim combateremos esse tipo de gente que se utiliza de outros caminhos, se baseia por outros meios.

Desse caso aqui em específico a Polícia vai apurar e a Justiça vai tratar, mas no nosso dia a dia precisamos ter em mente as questões moral e ética, como sociedade de Santarém, sabendo quem é de mentira e quem é de verdade nesse meio, porque assim são as atitudes de gente séria, que trabalha e emprega, que paga suas contas e não defende mentiras porque não precisa viver disso!

16 de novembro de 2023

Didi Feleol

Em virtude de matéria veiculada no Blog do Jeso, na manhã deste dia 16/11/2023, intitulada “Ameaça de morte vira BO; trama envolve vereador, oficial de justiça e blogueiro”, o vereador Didi Feleol (PP) vem a público manifestar-se, esclarecendo que não participou ativamente do episódio citado na aludida reportagem, não havendo qualquer envolvimento do parlamentar em supostas ameaças ou tramas que visem atentar contra a integridade de quaisquer dos mencionados na matéria.

O vereador ressalta que não possui ligação com o casal citado na matéria e tampouco com o episódio que ensejou o desentendimento entre as partes, e que sua participação no fato é aleatória, uma vez que apenas emprestou, de boa-fé, o aparelho celular para que fosse feito o contato com o servidor da Câmara Municipal de Santarém, desconhecendo até então qualquer intenção por trás da chamada telefônica.

Diante disso, o parlamentar reitera a irrestrita disposição para esclarecimentos, em que pese ter sido citado na reportagem, sem ser previamente procurado para reposição da verdade e devidas informações.

Edinei Ferreira:

O Blog do Edinei e seu editor, Edinei Ferreira, foram citados num Boletim de Ocorrência (BO) e numa Nota de Resposta , ambas publicadas neste conceituado Blog/Portal Jeso Carneiro.

Desse modo, há fundamento para nossa manifestação. No primeiro ponto, no que se refere ao BO, fomos citados de forma errônea como se tivéssemos divulgado nome de certa pessoa em notícia relacionada a um suposto crime ambiental. Nota essa publicada em nosso Blog no dia 13/11/2023, mas sem citar nomes. Mas, pelo visto, já sabemos quem são os protagonistas dos fatos e a veracidade da informação.

No que concerne ao modo que fomos tratados na Nota do senhor Ivo Oliveira (Ivo da Pousada), esclarecemos, primeiro, que a nossa publicação não citou o nome de sua esposa, muito menos falou sobre grilagem de terra.

Além disso, ele aponta o senhor ‘Braga do Povo’ como sendo nossa fonte. O blog do Edinei prima pela proteção de suas fontes, o que inclusive é preceito constitucional.

O senhor Ivo da Pousada deveria saber que poderia ter procurado o Blog do Edinei para saber se a postagem era direcionada à sua esposa e, assim, pedir espaço para dá a sua versão dos fatos. Espaço esse que está à disposição, caso queira utilizar de forma respeitosa e legal.

No que se refere às ofensas e ‘adjetivos’ atribuídos a este editor pelo senhor Ivo Oliveira, nosso departamento jurídico estará apreciando para saber se cabe medidas legais de reparação por danos morais.

— O JC também está no Telegram. E temos ainda canal do WhatsAPP. Siga-nos e leia notícias, veja vídeos e muito mais.


Publicado por:

4 Comentários em Ameaça de morte vira BO; trama envolve vereador, oficial de justiça e blogueiro

  • Didi Feleol realmente não se envolve em brigas, so tenha muito cuidado para não empresta Dinheiro pra ele kkkk

  • Esse Braga é um mentiroso, grileiro, aproveitador, vive na Câmara pregando fofoca e briga com todos. Fofoqueiro pilantra.

  • Bom, conheço o vereador Didi Feleol desde a época em que ele ainda nem militava na política, quando era diretor da Escola Tiago Xisto de Aragão, na Vila Curuai. Sempre foi uma pessoa muito do bem, um gestor dedicado e discreto. Por isso, tenho certeza que ele nada a tem a ver com esse episódio tosco. Espero, sinceramente que a polícia (o delegado do caso) dê um senhor “ralho” nos outros envolvidos e os mande cyuidar de suas vidas.

  • PQP ! SÓ FUXICAGEM , PENA QUE O PROGRAMA ” CASOS DE FAMÍLIA ” DO SBT JÁ FOI EXTINTO !

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *