Publicado em por em Almeirim, Faro, Juruti, Monte Alegre

Vereador denunciou irregularidades no PSS da Secretaria de Educação

Faro, Juruti, Rurópolis, Mojuí, Monte Alegre e Almeirim em 6 notas curtas
Prefeitura de Faro, que tem à frente Paulo Carvalho, do PSD. Foto: Amazônia Views

Faro↚.

O prefeito Paulo Carvalho (PSD) assinou a rescisão do contrato firmado entre o município com a construtora L & Q Franco, responsável pela reforma e ampliação do estádio Barbosão. A empresa foi contratada em 2020 para essa obra na gestão da ex-prefeita de Faro, a emedebista Jady Viana (2017-2020).

Paralisação: TJ do Pará ordena fim da greve dos servidores da Saúde em Alenquer.


Rurópolis↚.

Dia 17 de março próximo, a gestão Taká Padilha (MDB) fará a abertura pública das propostas das empresas interessadas na licitação (do tipo concorrência pública), para construção de 4 pontes de concreto na zona rural do município. Serão duas na vicinal Vale Verde, outra na vicinal dos Baianos e a quarta no Km 70.


Juruti↚.

Abel dos Santos Rodrigues é quem vai tentar evitar o 6º mandato (18 anos) consecutivo de Gerdeonor Pereira à frente da rica Acorjuve (Associação das Comunidades da Região de Juruti Velho). A eleição está marcada para o próximo dia 21. A entidade congrega 60 comunidades e tem cerca de 5 mil associados. Desde 2009 até hoje, a Acorjuve já recebeu em royalties da Alcoa por exploração de bauxita na região mais de 64 milhões de reais.


Mojuí dos Campos↚.

Primeira-dama e secretária de Trabalho e Assistência Social (Semtras), Adrielly Lima bateu um novo recorde na quarta-feira (16): 90 dias sem faturar qualquer diária por deslocamento para fora do município. É o mais longo período de abstinência dela neste tipo de engorda de salário desde que o seu marido assumiu o cargo, em janeiro de 2021.


Monte Alegre↚.

Vereador, Jair Paraná (MDB) denunciou ao Ministério Público irregularidades no 2º Processo Seletivo Simplificado realizado neste ano pela Secretaria Municipal de Educação. Em consequência, pediu ao promotor David Terceiro Pinheiro que recomende ao prefeito, sob pena de processá-lo, que anule imediatamente o PSS. E mais: que afaste do cargo a secretária Maria Lucinete Moura Magalhães e determine que o município realize estudos para realização de concurso público.


Almeirim↚.

Peixes como tambaqui, acari e pirapitinga estão sendo comercializados no mercado municipal em pleno período de defeso. Sem que qualquer órgão ambiental – seja da esfera municipal, estadual ou federal – atue para evitar a ilegalidade. A Secretaria Executiva de Meio Ambiente (Sema), por exemplo, faz vista grossa e cruza os braços. O caso caiu no radar da Procuradoria de Justiça de Almeirim.


Publicado por:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.